Garota com Síndrome de Down se torna modelo principal do setor infantil em uma loja de roupas

Francesca Lockwood, portadora da Síndrome de Down, ganhou representatividade na loja de roupas Primark, nos Estados Unidos, como modelo do setor infantil

Resumo da Notícia

  • Garota com Síndrome de Down se tornou modelo principal do setor infantil em uma loja de roupas, nos Estados Unidos
  • Os portadores da condição estão ganhando representatividade na sociedade a cada dia
  • A mãe da modelo mirim, se emocionou ao ver o rosto da filha estampado na loja

Não é de hoje que portadores de Síndrome de Down estão ganhando maior representatividade a cada dia. É uma conquista quando há inclusão dessas pessoas na sociedade, e não foi diferente com a modelo mirim, Francesca Lockwood (7). A garota ganhou seu espaço no setor de roupas infantis da loja Primark, nos Estados Unidos.

-Publicidade-

“É muito importante para as pessoas da comunidade de Down ver pessoas como elas alcançando coisas no mercado tradicional”, disse a mãe, Melissa (43), que está entusiasmada com as empresas que estão se tornando cada vez mais diversificadas. “Acredito que quanto mais exposição, melhor. E a Primark é uma excelente plataforma”, continuou.

Garota com Síndrome de Down se torna modelo da loja de roupas
Garota com Síndrome de Down se torna modelo da loja de roupas, Primark (Foto: Reprodução / The Sun)
Ela também acrescentou: “Adoro ver Francesca em campanhas. Lembro-me da primeira vez que a vi em um site, o quão incrível foi. No entanto, superou todas as barreiras ver as fotos dela na loja. Quase chorei quando entramos e ela estava em pé na parede maior do que a vida”, disse emocionada. “Não pude acreditar que era minha garotinha lá em cima”.
Além dela, o jovem, George Webster, aos 22 anos de idade, também está fazendo história ao ser o primeiro apresentador com Síndrome de Down da BBC. Ele está comandando o programa ‘CBeebies’ ao lado do cachorro de estimação, Dodge – e já é um sucesso.
George apresenta o programa acompanhado do cachorro de estimação, Dodge
George apresenta o programa acompanhado do cachorro de estimação, Dodge (Foto: Reprodução/ Razões Para Acreditar)
Vindo de Leeds, na Inglaterra, George fez sua estreia na televisão na semana passada. Desde então, tem falado sobre a importância da representatividade e inclusão dentro e fora do estúdio. “Pessoas com Down nem sempre são felizes. Pessoas com síndrome de Down têm emoções e sentimentos como qualquer outra pessoa. Elas não sofrem com essa condição. Eu tenho uma vida incrível. Tem sido muito positivo. Adorei ir à escola. Eu fui para duas escolas locais incríveis. Tive apoio nas duas escolas, o que me ajudou na minha formação”, contou ele, em entrevista para a BBC. “Acho que precisa haver muito mais representatividade porque somos pessoas também”.