Gato coberto por graxa e lama é resgatado na rua e passa por transformação

O pet foi batizado de Francisco, em homenagem ao padroeiro dos animais Francisco de Assis, e apresentou uma melhora considerável desde o início do tratamento

Resumo da Notícia

  • Um gato foi encontrado em um estado crítico na rua
  • O animal foi levado a uma ONG e passou por uma transformação, já cheio de cuidados
  • O pet foi batizado de Francisco e está "100% melhor"

Um gato, que foi encontrado na rua em estado crítico em Santos, região no litoral de São Paulo, foi resgatado e tratado. O animal estava coberto de graxa e lama e não se mexia, mas foi acolhido por uma ONG e agora está bem.

-Publicidade-
Um animal foi atendido por uma ONG após ser encontrado com lama e graxa
Um animal foi atendido por uma ONG após ser encontrado com lama e graxa (Foto: iStock)

Marilucy Pereira, presidente da Organização Não Governamental (ONG) Viva Bicho Santos, comentou em entrevista ao G1 que decidiram o batizar o pet de Francisco, uma vez que ele foi encontrado dia 4 de outubro, em que celebra o Dia de São Francisco de Assis, que também é padroeiro dos animais: “Ele reviveu”.

O gato foi encontrado por um homem, que a princípio pensou que ele não estava vivo, mas ao ouvir um som baixo, acionou a ONG. Lá, ele foi diagnosticado com várias complicações: intoxicação pela graxa, infecção no sangue e problema neurológico como consequência dos anteriores.

Francisco foi diagnosticado com diversas complicações, mas já está melhor após o tratamento
Francisco foi diagnosticado com diversas complicações, mas já está melhor após o tratamento (Foto: reprodução/G1)

A higiene do animal demorou cerca de 3 horas, incluindo a limpeza da graxa, banho e secagem. Ele, que estava gelado, também necessitou de cuidados extras. Marilucy conta que pelas condições do pet, a principal suspeita é que tenha sido abandonado.

O tratamento que se seguiu nos dias seguintes surtiu efeito, e Francisco já apresentou uma melhora significativa.