Gato é detido enquanto tentava transportar drogas para uma prisão

O criminoso inusitado foi pego na província caribenha de Colón, cerca de 80 quilômetros ao norte da Cidade do Panamá

Resumo da Notícia

  • Na última sexta-feira, 16 de abril, um criminoso inusitado - um gato - foi pego na província caribenha de Colón, cerca de 80 quilômetros ao norte da Cidade do Panamá;
  • O felino foi visto tentando entrar com drogas em uma penitenciária;
  • O pet será levado para um abrigo de defesa aos animais.

Na última sexta-feira, 16 de abril, um criminoso inusitado foi pego na província caribenha de Colón, cerca de 80 quilômetros ao norte da Cidade do Panamá: um gato. O felino foi visto tentando entrar com drogas em uma penitenciária.

-Publicidade-

O animal carregava uma variedade de drogas amarradas com um pano no corpo. “O animal tinha um pano amarrado no pescoço que continha duas embalagens com ‘material vegetal’, quatro embalagens com pó branco forradas com plástico transparente e outra com folhas”, explicou Andrés Gutiérrez, diretor-geral do Sistema Penitenciário do Panamá à Agence France-Presse (AFP).

Gato é pego transportando drogas (Foto: Divulgação/ AFP)

Os especialistas sugerem que o gato transportava cocaína, crack e maconha. A investigação suspeita que os animais eram aliciados com um caminho de comida até o local que precisavam deixar o conteúdo ilícito. Pessoas do lado de fora estariam tentando enviar drogas para um dos 1.700 presos do lado de dentro.

Ainda de acordo com a AFP, essa não é a primeira vez que usam ideias inusitadas para tentar entrar no presídio. Além do gato, já foram usados pombos, drones e trouxas de roupa. Tudo confiscado pelas autoridades locais.

(Foto: reprodução BoredPanda)

O Ministério do Governo informou que, assim que as provas foram recolhidas, o gato foi entregue a uma fundação de defesa dos animais – que deve cuidar do pet. No Panamá, há mais de 18 mil presos distribuídos em 23 prisões, a maioria delas superlotadas.