Geovanna Tominaga fala sobre parto do filho em vídeo: “Tive uma cesárea humanizada”

A jornalista, que participou da mesa redonda do 10° Seminário Internacional Pais&Filhos, usou o canal do YouTube para falar sobre esse momento tão único

Resumo da Notícia

  • Geovanna Tominaga fala sobre o parto do filho
  • A famosa contou detalhes em um vídeo no YouTube
  • Veja o vídeo completo

A jornalista Geovanna Tominaga, mãe de Gabriel, falou um pouco sobre o parto do primeiro filho. “Eu tomei a decisão de não decidir nada, lá no começo. Porque a gente cria muita expectativa e isso gera muitas frustrações”, começou falando, em um vídeo no canal do YouTube pessoal.

-Publicidade-
Geovanna e Gabriel (Foto: reprodução/Instagram @geovannatominaga)

Ela seguiu falando sobre as questões pessoais que tinha, por engravidar aos 38 anos, o que já é considerado uma gravidez geriátrica. A famosa, aliás, contou que planeja ter mais filhos futuramente e agradeceu os internautas que compartilharam com ela relatos de partos tardios. “Eu tinha uns riscos a mais. Então falei para o meu médico que não iria decidir, mas ele me alertou. Ele disse que poderíamos observar (como o corpo reagiria) mas que, no meu caso, poderia ser que eu tivesse que fazer a cesárea”, relembrou.

A gestação ocorreu como o esperado e o filho cresceu bastante. “Quando eu estava no oitavo mês fizemos alguns exames e descobrimos que ele estava com algumas circulares do cordão umbilical no pescoço, então decidimos que eu precisaria tomar uma série de cuidados. Eu já estava sentindo algumas coisas e ele poderia vir naturalmente, então a gente começou a observar o que iria acontecer”, contou.

Foi aí que o casal e o médico decidiram colocar uma data limite. “Se ele não nascesse até essa data limite, a gente faria uma cesárea”, explicou. Ao chegar perto da data, o médico aconselhou a cesárea. “Eu aceitei. Sempre quis o que fosse melhor para mim e para meu filho, então marcamos a data e fui para a cesárea”, explicou. Mas algo inesperado aconteceu: quando Geovanna deitou na mesa de parto, ela começou a ter contrações. “Eu já estava pronta para a cesárea, então nem tentamos parto normal. Foi bem difícil par ele sair, ele estava bem no fundo e com algumas voltas no pescoço”, relembrou.

Geovanna contou que, para ela, o filho nasceu de cesárea humanizada. “O parto humanizado é aquele que respeita as vontades da mulher. A equipe médica conversa e decide junto com a mulher como vai ser o parto. Inclusive tem um plano de parto que você faz antes onde você escreve tudo que você quer, como quer que seja os procedimentos”, explicou. A jornalista, então, pediu por equipe tranquila e fez questão de conhecer todos antes do nascimento. Ela também combinou que o marido entraria com ela e que, durante o parto, tocaria uma playlist com música que eles escolherem. Outro pedido foi que o bebê fosse direto pra ela após o nascimento. “E assim foi, os primeiros momentos de vida dele foram no meu colo. Eu inclusive amamentei ele naquele momento”, disse. “O mais importante de tudo é tudo ser feito da forma que você escolhe”, completou.

Veja o vídeo completo abaixo: