Gestante fica com bebê morto na barriga por meses e é indenizada em 150 mil reais

Os municípios de Diadema e São Paulo terão que indenizar a mulher após uma denúncia de conduta negligente. Grávida de 32 semanas, a jovem descobriu que havia perdido o feto há 10 semanas

Resumo da Notícia

  • Os municípios de Diadema e São Paulo terão que indenizar uma mulher no valor de 150 mil após deixarem a gestante com um feto morto da barriga por 10 semanas
  • A mãe, que não teve a identidade revelada, chegou a ir para os hospitais reclamando de dores fortes
  • Quase na reta final da gestação, com 32 semanas, ela descobriu que o feto estava sem vida há 10 semanas

Os municípios de Diadema e São Paulo terão que indenizar uma mulher no valor de 150 mil após deixarem a gestante com um feto morto da barriga por 10 semanas. A mãe, que não teve a identidade revelada, chegou a ir para os hospitais reclamando de dores fortes, além de questionar a equipe médica sobre o bebê, que não crescia e nem se movimentava.

-Publicidade-
Ela carregava o feto há 10 semanas (Foto: Getty Images)

Quase na reta final da gestação, com 32 semanas, ela descobriu que o feto estava sem vida há 10 semanas. Além disso, após a cirurgia para a remoção do corpo, o bebê foi descartado em um aterro sanitário sem a liberação da certidão de óbito, o que impediu a família de realizar um enterro apropriado.

Ela receberá 150 mil (Foto: Getty Images)

A mulher explica na denúncia de conduta negligente que chegou a perguntar aos médicos o porquê da barriga não ter crescido nos últimos meses. Ela alega que foi tranquilizada por um dos especialistas, que disse que ela tinha pouco líquido amniótico. Já com 32 semanas de gravidez, a gestante sofreu com fortes sangramentos e foi atendida novamente pela equipe do hospital, que alegou que o bebê estava bem.

-Publicidade-

A jovem foi para casa com uma pomada receitada pelos médicos. Como o sangramento não parou, no dia seguinte ela voltou para a unidade, quando finalmente descobriram que o feto estava sem vida. O Poder Público foi condenado a indenizar a mulher no valor de R$ 150 mil e teve a sentença mantida pela 12ª câmara de Direito Público do TJ/SP.

Seminário Internacional Pais&Filhos

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-