Giovanna Ewbank conta como foi primeiro encontro de Titi e Bless em detalhes

Desde a primeira vez que se viram, Titi e Bless mostraram uma conexão inexplicável! Em um vídeo, Giovanna ficou emocionada ao lembrar do momento tão especial da família

Resumo da Notícia

  • Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso são pais de Titi, Bless e Zyan
  • A apresentadora contou que Titi sempre teve o sonho de ser irmã mais velha
  • Em um vídeo, a apresentadora ficou emocionada ao lembrar como foi o encontro entre Titi e Bless
  • Ela também contou sobre como se sentiu ao conhecer Bless

Neste sábado, 3 de abril, Giovanna Ewbank ficou emocionada ao relembrar a chegada de Bless, seu segundo filho com Bruno Gagliasso. Em um vídeo, compartilhado no YouTube, a apresentadora deu detalhes de como o menino conheceu Titi. A apresentadora e o ator também são pais de Zyan, o caçula da família.

-Publicidade-

“A Tití já vinha pedindo há um tempo um irmão ou irmã, ela tinha muito esse desejo de ser uma irmã mais velha. Eu e Bruno fomos amadurecendo a ideia de um novo membro, de um outro filho. Começamos a conversar com a Títi”, contou Giovanna.

Em seguida, a apresentadora disse que chegou a decidir com Bruno que não iriam gerar um bebê, mas gostariam de adotar mais um filho. “Quando a gente teve a Títi, a gente sabia que não queria gerar, do meu ventre, um bebê. Era algo que lá trás a gente tinha decidido, eu tinha congelado meus óvulos. A gente tinha decidido que seria outro filho do coração e também do Malawi, onde Títi nasceu, nas mesmas origens. Temos uma conexão muito forte com o Malawi, criamos raízes lá, laços, grandes amizades. É nosso segundo país do coração. Temos muitos trabalhos sociais lá”.

-Publicidade-
Quando Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso abraçaram Bless pela primeira vez, eles tiveram um sentimento inexplicável  (Foto: Reprodução / Instagram / @gioewbank)

Antes da pandemia, Giovanna e Bruno iam sempre para o país. “Em uma dessas viagens, encontramos o Bless. Ele era um bebezão, gordinho, muito tímido e na dele, caladinho. Ele era muito tranquilo. No dia que a gente se encontrou com ele, ele estava em um cantinho brincando. O Bruno falou: ‘Amor, olha aquele garoto, que coisa mais maravilhosa’. Ele tinha uma energia, uma coisa dele. Ele não chegou muito perto da gente. Ficamos observando ele, olhando… De repente, ele olhou para a gente e chamamos. Ele veio correndo e deu um abraço. Eu e o Bruno nos olhamos e pensamos a mesma coisa: ‘Uau! O que é isso?'”.

Em cada uma das três maternidades, a apresentadora contou que teve sentimentos diferentes. “A Titi foi uma surpresa, um sentimento inesperado. Eu não pretendia ter filhos na época. O Bless, fomos com um sentimento de acolhimento e vontade de ter mais um filho. Fomos com outro olhar e o coração aberto. O Zyan também foi uma surpresa de algo que não pretendíamos fazer, de ter um bebê da barriga, e que foi maravilhoso. O Bless era muito esperado, por mim, pelo Bruno e principalmente pela Titi. Quando a gente encontrou ele, nós sabíamos que era ele que estava faltando na nossa vida. A gente sabia que ele ia ser o nosso filho”.

Para que Bless pudesse ser, de fato, adotado pelo casal, Giovanna lembrou que o processo não foi tão rápido e que ela e Bruno prepararam Titi para a chegada do irmão. “Preparamos ele também. Visitamos ele muitas vezes. Foi um processo muito mais tranquilo e agradável do que foi o da Títi, que tínhamos muitas inseguranças. A gente era mais ansioso. O Bless já conhecia a Títi através de vídeos e fotos que a gente mostrava. Ele já foi se familiarizando”.

Quando os irmãos finalmente se conheceram, a apresentadora disse que o encontro foi muito emocionante. “Ela veio chorando, já entendendo o que ia acontecer. Na hora que ela abriu a porta, ele falou: ‘Chissomo!’. Ele não falava nada de português! Mas na hora que ele viu ela… ‘Minha irmã chegou!’. Na hora, ela abraçou ele, começou a chorar, todo mundo chorando. Foi muito louco, porque a partir dessa primeira conexão dele, dali em diante, eles ficaram unha e carne. Como se nunca tivessem tido um momento sem estar juntos”, concluiu.