Golpista que se passou por Alessandra Ambrosio durante 15 anos conseguiu reformar casa da família

O jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga acreditou, por 15 anos, que estava namorando a modelo Alessandra Ambrozio. Com que o atleta presenteava a namorada, a golpista conseguiu reformar a casa da família, dizem os vizinhos

Resumo da Notícia

  • Roberto Cazzaniga acreditou, por 15 anos, estar namorando a modelo Alessandra Ambrozio
  • A golpista de 50 anos conseguiu reformar a casa de toda a família com o dinheiro que recebeu do relacionamento
  • A informação foi fornecida por vizinhos da mulher

Roberto Cazzaniga é um jogador de vôlei italiano que, durante 15 anos, acreditou estar namorando a modelo Alessandra Ambrosio. Sem nunca ter conhecido a mulher pessoalmente, Roberto manteve um relacionamento a distância com Alessandra que, na realidade, era uma mulher de 50 anos de idade.

-Publicidade-

Com o dinheiro e os presentes que recebeu de Roberto, a golpista conseguiu sustentar a família e ainda reformar a casa em que moravam – conforme relataram os vizinhos ao jornal local “La Nuova Sardegna”. O imóvel fica localizado em Sardenha, uma ilha no mar Mediterrâneo e, de acordo com as pessoas, a mudança contou com “pisos, luminárias, banheiros, janelas: tudo novo”.

A mulher possui 50 anos e é mãe solo de duas crianças (Foto: Reprodução Instagram / @alessandraambrosio)

A golpista se chama Valeria e, ao longo do relacionamento que durou mais de uma década, ela teria conseguido extorquir mais de R$ 4,3 milhões. Para o golpe, ela usou o catfishing: técnica na qual uma pessoa finge que é outra na internet.

Assim, durante 15 anos, Valeria foi Maya – que, de acordo com as fotos em perfis falsos nas redes sociais, tinha a exata aparência da modelo brasileira Alessandra Ambrosio. Valeria esteve desempregada durante boa parte da relação, e é mãe solo de duas crianças. Assim, com o dinheiro, pôde sustentar os filhos e, de quebra, fazer uma reforma completa na casa em que morava com eles.

Roberto afirmou que Valeria justificava o dinheiro com despesas médicas, e pedia quantias para o namorado para tratar supostos problemas cardíacos. Assim que soube do namoro falso, Roberto recorreu à polícia. Segundo ele, Valeria teria sido apresentado ao atleta por meio de uma amiga em comum chamada Manuela – que afirmou não conhecer Roberto e chegou a correr de cinegrafistas na Itália.