Grávida não resiste à covid-19 um mês após perder os pais para a doença

Médica que trabalhava na linha de frente do combate à pandemia, tinha 36 anos e esperava pelo segundo filho, que também não resistiu

Resumo da Notícia

  • Médica Carmela, de 36 anos, estava grávida  e morreu por complicações causadas pela Covid-19
  • A profissional da saúde já havia perdido os pais pela doença
  • O bebê de Carmela também não resistiu

A médica Carmela Louro Caneppa, de 36 anos, estava grávida  e morreu por complicações causadas pela Covid-19, neste último domingo, 18 de abril, em Francisco Beltrão, no Paraná. A profissional da saúde já havia perdido os pais pela doença.

-Publicidade-
Médica grávida não resiste a covid-19 após perder os pais para a doença  (Foto: Getty Images)

O bebê de Carmela também não resistiu. De acordo com o G1, a gestão municipal do hospital em que ela trabalhava informou ainda que, em um mês, a profissional perdeu o pai, que também é médico, além da mãe, que trabalhava como professora.

Após perder os pais para a Covid-19, médica grávida não resiste à doença (Foto: Reprodução /G1)

A médica deixou o esposo e um filho de dois anos de idade. Carmela ainda recebeu uma homenagem de amigos e familiares pela cidade antes do sepultamento, que foi realizado em uma cerimônia restrita, no Planalto, também no sudoeste do Paraná.

Casos de coronavírus no Paraná

Segundo informações do G1, até o último domingo, 18 de abril, o Paraná tem 901.401 casos confirmados e 20.218 mortes provocadas pela Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Ao todo, 2.488 pessoas diagnosticados com Covid-19 estão internados. Outras 2.728 pessoas estão hospitalizadas com suspeita da doença. Os leitos de UTI para adultos estão 95% ocupados, no estado.