Hailey Bieber, sobrinha de Alec Baldwin, se pronuncia sobre morte de diretora: “Todo meu amor à família”

A modelo apareceu nos Stories do Instagram e desejou forças para os familiares de Halyna Hutchins

Resumo da Notícia

  • Hailey Bieber é sobrinha de Alec Baldwin
  • Apareceu nos Stories para lamentar a tragédia
  • Desejou forças às famílias das vítimas

Hailey Bieber, sobrinha de Alec Baldwin, se pronunciou sobre o trágico acidente nos sets de gravação do filme “Rust”, em que a diretora de fotografia, Halyna Hutchins, foi morta por um tiro acidental disparado pelo ator. Ela lamentou a fatalidade nos Stories do Instagram.

-Publicidade-
Hailey Bieber se pronunciou sobre a fatalidade envolvendo o
Hailey Bieber se pronunciou sobre a fatalidade envolvendo o tio Alec Baldwin (Foto: Reprodução / Instagram)

“Enviando todo o meu amor para a família de Halyna Hutchins. Essa é uma verdadeira tragédia, inimaginável e devastadora. Meus pensamentos também estão com Joel Souza enquanto ele se recupera. Estou absolutamente com o coração partido por todos os envolvidos”, escreveu.

Palavras de Alec Baldwin

Alec Baldwin, ator de 63 anos, disparou uma arma cenográfica em um set de filmagem, na última quinta-feira, 21 de outubro. O acidente acabou causando a morte de Halyna Hutchins, de 42 anos, a diretora de fotografia do filme Rust, que eles estavam gravando na ocasião. Ele utilizou a conta no Instagram para falar pela primeira vez sobre o ocorrido.

Foi através de duas postagens feitas no perfil pessoal que o artista se pronunciou sobre o acidente. “Não há palavras para expressar meu choque e a tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega de trabalho, profundamente admirada. Estou colaborando totalmente com a investigação policial”, começou ele na primeira publicação. Para conferir esta publicação feita por Alec, clique aqui.

O artista se pronunciou pela primeira vez aos fãs através destas postagens (Foto Reprodução Instagram @alecbaldwininsta)

Baldwin afirmou ainda que já entrou em contato com o marido da cineasta para esclarecer o trágico ocorrido: “Ofereci meu apoio a toda a sua família. Meu coração está partido pelo marido, filho e por todos que conheciam e amavam a Halyna”, completou.

Além da morte da colega de equipe, o disparo cometido por Alec Baldwin também feriu o diretor do longa, Joel Souza, de 48 anos. Por conta da morte de Halyna Hutchins, o ator apagou uma foto que havia postado, com o figurino ensanguentado do personagem que interpreta no filme.

Depois da tragédia, muitos internautas começaram a relembrar outro caso parecido, que aconteceu há 28 anos atrás, com Brandon Lee, filho de Bruce Lee.

O caso de Brandon Lee aconteceu há 28 anos atrás
O caso de Brandon Lee aconteceu há 28 anos atrás (Foto: reprodução)

O caso de Brandon aconteceu em 1993, durante as gravações do filme O Corvo. O ator faleceu nas mesmas circunstâncias no set de filmagem na época.  O colega de trabalho Michael Masse disparou o que deveria ser um tiro de festim contra o peito de Brandon Lee, que morreu aos 28 anos.

O irmão de Brandon, que administra um perfil nas redes sociais em homenagem a ele, fez questão de se pronunciar sobre o caso de Alec Baldwin que aconteceu nesta semana.  “Nossos corações estão com a família de Halyna Hutchins e Joel Souza e todos os envolvidos no incidente em “Rust”. Ninguém deveria ser morto por uma arma em um set de filmagem. Ponto”, escreveu ele, em uma publicação no Twitter.