“Hair Love”: animação ganha continuação e vira série sobre representatividade negra

O curta foi o vencedor do Oscar deste ano na sua categoria e bateu recordes de visualizações no YouTube

Resumo da Notícia

  • "Hair Love" levou o Oscar de melhor curta-metragem, em 2020
  • O filme irá virar uma série
  • O enredo fez o vídeo viralizar na internet

O curta “Hair Love”, ganhador do Oscar de 2020 na categoria, vai virar uma série da HBO Max! O desenho criado por Matthew A. Cherry, inspirado no livro de mesmo nome, tem apenas 6 minutos e conta a experiência de uma garota negra chamada Zuri, que tenta cuidar dos cabelos crespos com a ajuda do pai. O filme viralizou nas redes sociais na época do seu lançamento e já conta com mais de 35 milhões de visualizações no YouTube. “Os pais negros são submetidos aos piores estereótipos e as pessoas que eu conheço estão muito envolvidas na vida de seus filhos“, declarou o diretor na época.

Hair Love ganhou o Oscar (Foto: Reprodução / Instagram @sonyanimation)

No enredo, a criança está se preparando para um dia especial e quer aprender um tutorial da internet. Depois de ver a filha tentar um penteado diferente várias vezes, o pai tenta ajudá-la. Mesmo percebendo que terá muitos desafios com o cabelo crespo da menina, o pai não desiste e vai em frente. Ele consegue arrumar o cabelo da filha e deixá-lo perfeito para o dia tão esperado por ela. O processo faz o homem refletir sobre a importância de resgatar as raízes negras e a de incentivar a  autoestima de toda a etnia.

A série foi rebatizada de “Young Love!” e será inspirada no livro original. Serão 12 episódios envolvendo a relação entre pai, filha e mãe. “Eu estou mais do que animado por continuar a contar a história de Stephen, Angela e Zuri, além de explorar mais a dinâmica familiar de uma jovem família millenial negra”, disse o diretor. A série ainda não possui data de lançamento.

Assista ao curta: