Harry e Meghan teriam saído da Família Real por causa de uma foto: entenda

‘Irmãos e esposas: por dentro das vidas privadas de William, Kate, Harry e Meghan’ foi escrito por Christopher Anderson e lançado na semana passada. De acordo com ele, uma fotografia teria sido o estopim para o início de uma série de polêmicas entre o casal e a Família Real

Resumo da Notícia

  • Uma foto teria sido responsável pela saída de Harry e Meghan da Família Real, em janeiro de 2020
  • As informações foram dadas pelo novo livro 'Irmãos e esposas: por dentro das vidas privadas de William, Kate, Harry e Meghan', do escritor Christopher Anderson
  • Nele, o autor mostrou detalhes da conturbada relação da família

Harry e Meghan Markle teriam deixado oficialmente a Família Real após uma polêmica envolvendo uma foto no final de 2019. As informações foram dadas pelo livro lançado na semana passada, ‘Irmãos e esposas: por dentro das vidas privadas de William, Kate, Harry e Meghan’, do escrito Christopher Anderson.

-Publicidade-

De acordo com o lançamento – e mais informações da revista Page 6 – Harry e Meghan foram excluídos do pronunciamento oficial de Natal de Rainha Elizabeth, que é publicado nas redes sociais da realeza britânica. Isso porque, nele, o casal não estaria na foto contendo “toda a família”.

Conforme divulgado pela revista, o livro conta que a rainha teria escolhido fotografar o registro durante o evento. Nele, olhando todas as mesas e os convidados, ela teria afirmado que “todas estavam ótimas, menos uma” – sendo esta última a mesa em que estavam Harry, Meghan e o recém-nascido Charlie.

Harry e Meghan teriam sido excluídos de foto
Harry e Meghan teriam sido excluídos de foto (Foto: Getty Images)

A situação, de acordo com a obra, teria funcionado como uma espécie de ‘retaliação’ da Rainha, depois que o casal decidiu passar o Natal com os pais de Meghan, no Canadá, ao invés do Reino Unido. William ainda teria ficado assustado com a atitude da avó, e Harry confirmou ainda com um amigo que se sentiu excluído da família.

No mês seguinte ao acontecimento, Harry e Meghan anunciaram a saída oficial da Família Real. Um porta-voz da realeza, sobre a situação, declarou, “Não comentamos livros desse tipo, pois isso corre o risco de dar a eles alguma forma de autoridade ou credibilidade”.