Harry e William devem conversar nos próximos dias sobre entrevista com Meghan à Oprah

Segundo o portal PageSix, os irmãos “abriram o canal de comunicação” e vão resolver a situação em breve

Resumo da Notícia

  • Harry e o irmão, príncipe William, devem ter uma conversa séria nos próximos dias sobre os últimos acontecimentos da família real, segundo uma fonte do site Page Six
  • A conversa é consequência da  entrevista bombástica no último final de semana do caçula e da esposa, Meghan Markle, à Oprah Winfrey
  • No programa, os membros da realeza britânica se viram envolvidos em diversas polêmicas, entre elas casos de racismo e de crueldade

Harry e o irmão, príncipe William, devem ter uma conversa séria nos próximos dias sobre os últimos acontecimentos da família real, segundo uma fonte do site Page Six. Após a entrevista bombástica no último final de semana do caçula e da esposa, Meghan Markle, à Oprah Winfrey, os membros da realeza britânica se viram envolvidos em diversas polêmicas, entre elas casos de racismo e de crueldade.

-Publicidade-
Harry vai conversar com irmão sobre entrevista que deu com Meghan no final de semana (Foto: Reprodução / YouTube)(Foto: Reprodução / Getty Images)

De acordo com essa fonte, os irmãos não chegaram a cortar relações depois das falas do casal, mas não se sabe como está o clima entre ambos. “Eles abriram canais de comunicação”, disse. Mais cedo, nesta quinta-feira, 11 de março, William foi questionado por um jornalista sobre a situação. “Não, ainda não falei com ele, mas vou falar”, disse o futuro rei.

Meghan diz que família real se preocupou com tom de pele de Archie

Durante o bate-papo, Meghan, que que é afro-americana, disse que integrantes da família real não queriam que Archie, que completará 2 anos em 6 de maio, recebesse o título de príncipe, pois demonstraram preocupação sobre o ‘quão escura’ a pele do bebê poderia ser.

-Publicidade-
Meghan Markle e príncipe Harry fizeram revelações em entrevista à Oprah (Foto: Reprodução /CBS)

“Sem nem saber qual o gênero, eles não queriam nomeá-lo como príncipe ou princesa, o que seria diferente do protocolo, e ele não receberia segurança. Naqueles meses em que estava grávida tivemos uma série de conversas sobre ‘ele não teria segurança, ele não teria título’ e também preocupações e conversas sobre o quão escura a pele ficaria quando ele nascesse”, disse Meghan.

A atriz ainda ressaltou a importância da representatividade. “Eu sou canadense. Sou uma mulher de cor. Sei da importância da representatividade. Alguém que se parece como você nessa posição é um reflexo do mundo. Em todas as épocas, mas especialmente agora”, acredita.

Harry não quis nomear a pessoa que levantou a questão, por considerar que seria ‘muito prejudicial’. “Nunca vou detalhar essa conversa, mas fiquei chocado na época. Não estou confortável em falar disso. Mas foi logo no começo, quando descobrimos a gravidez. Foi quando soube que a criança não teria segurança. Eu estou triste pelo que aconteceu, mas sei que fizemos tudo o que a gente podia, e que fizemos tudo com o maior respeito. Não estou reclamando, temos uma linda família, uma linda casa e os cães. Estamos felizes”, diz  Harry.