Homem adota sobrinho com paralisia cerebral após mãe falecer no parto

Hoje o garoto cresceu e já está com 21 anos. O pai do menino abandonou a família após descobrir a condição do filho

Resumo da Notícia

  • Tio adota sobrinho com paralisia cerebral
  • A mãe do garoto faleceu no parto e o pai o abandonou
  • Alcoólatra, o tio abandonou o vício para cuidar do menino
  • 21 anos depois, a família segue feliz, contando com a ajuda de doações
Homem adota sobrinho com paralisia cerebral (Foto: reprodução Instagram / @voaa_vaquinhasdorazoes)

O amor de família faz com que as pessoas se tornem capazes de abdicar dos próprios sonhos por um ente querido. Há 21 anos, Edivaldo se viu em uma situação complicada. O sobrinho,  Thallyson, nasceu com paralisia cerebral. Devido a uma série de dificuldades, a mãe do garoto faleceu no parto. O pai, vendo os cuidados especiais que precisaria ter com o filho, abandonou o garoto e disse que não iria criá-lo.

-Publicidade-

Edivaldo, alcoólatra na época, rapidamente se ofereceu para cuidar do garoto. Pela missão que se propôs, ele abriu mão de tudo, inclusive do vício, a fim de dar uma vida melhor a Thallyson. “Parei de trabalhar para me dedicar exclusivamente a ele. Minha vida parou. Está em função de só cuidar dele.”, contou o tio ao portal Razões para Acreditar. 

Hoje, 21 anos depois, Edvaldo e Thalysson moram numa casa própria, mas inacabada, e bem isolada da cidade. Os dois contam com o apoio de doações das pessoas da cidade e de vaquinhas online. Apesar das dificuldades, o tio não se arrepende nem um pouco da escolha e é feliz, da forma que pode, com o garoto.

-Publicidade-

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-