Homem compra peixe para decorar aquário e recebe crocodilo em extinção

O caso aconteceu em Shandong, província no leste da China, e o rapaz passou por apuros após compra online

Resumo da Notícia

  • Um homem de Shandong, província no leste da China, passou por apuros após uma compra online;
  • O rapaz pretendia comprar um peixe apenas para decorar o aquário de sua casa;
  • Mas ao receber o pacote a surpresa foi grande: ele recebeu um filhote de crocodilo.  

Um homem de Shandong, província no leste da China, passou por apuros após uma compra online. O rapaz pretendia comprar um peixe apenas para decorar o aquário de sua casa. Mas ao receber o pacote a surpresa foi grande: ele recebeu um filhote de crocodilo.

-Publicidade-

O animal tinha meio metro chegou em uma caixa e da mesma forma foi entregue para autoridades locais. A atitude de acionar órgãos responsáveis foi vital para salvar a vida do chinês, visto que um especialista confirmou à publicação que o réptil era um filhote de crocodilo-siamês, uma espécie agressiva.

Homem compra peixe e recebe crocodilo (Foto: Reprodução/Weibo)

De acordo com o jornal Global Times, um detalhe adicional é que essa espécie é considerada como estando em grave risco de extinção desde 2012, segundo a lista da União Internacional para a Conservação da Natureza.

A ZTO Express, empresa de fretes que entregou o crocodilo na casa do homem, afirmou que não permite o transporte de animais vivos. Com o avanço das investigações sobre o caso, a loja que vendeu o réptil para o homem pode sofrer uma punição.

Lagarto em loja de conveniência

Parece cena de filme, mas realmente aconteceu! Um enorme lagarto-monitor-de-água invadiu uma loja de conveniência da rede 7 Eleven na Tailândia. Depois de entrar na loja, o animal ainda escalou algumas prateleiras, fazendo com que vários produtos caíssem e se espalhassem pelo chão. O momento foi registrado por clientes que estavam no mercado quando tudo aconteceu e compartilhado nas redes sociais.

Lagarto invade mercado na Tailândia (Foto: reprodução YouTube)