Homem é preso em Moçambique ao tentar vender filhos albinos para feitiçaria

Segundo a polícia local, as crianças eram mantidas em cativeiro e a venda era destinada às práticas ilegais

Resumo da Notícia

  • Pai é preso em Moçambique após tentar vender os três filhos com albinismo
  • Mesmo com provas, tanto ele quanto o tio das crianças negaram envolvimento com a situação

De acordo com a polícia local do crime, um homem foi preso no Moçambique por tentar vender seus três filhos albinos nesta segunda-feira, 25. Segundo as investigações, o pai das crianças procurou vendar os mais novos para serem usados em práticas de feitiçaria; além dele, a polícia da região de Tete, no noroeste do país, deteve o tio das crianças após uma denúncia anônima.

-Publicidade-

“Os três menores seriam vendidos no Malawi por um valor próximo de US$ 39 mil (aproximadamente R$ 210 mil) no total”, disse o porta-voz da polícia local, Feliciano da Câmara.

Investigadores contaram que os três estavam sendo mantidos em cativeiro (Foto: Reprodução/Shutterstock)

“Começamos a investigar e foi possível salvar os três menores, com idades compreendidas entre 9 e 16 anos, e que estavam cativos”, adicionou a fonte do crime. Tanto o pai quanto o tio negaram qualquer envolvimento no esquema de tráfico de pessoas, ainda segundo com a polícia.

No sul da África, a discriminação e ataques contra os albinos são muito frequentes. Estes enfrentam dificuldades quando o assunto é inclusão na sociedade e, por prática ‘normalizada’, as partes de seus corpos são utilizadas em rituais de feitiçaria para saúde e sucesso, segundo crenças.

O albinismo é um distúrbio genético caracterizado pela ausência total ou parcial de pigmentos na pele, cabelos e olhos. Na Tanzânia, como referência, 1 em cada 1,4 mil habitantes é albino. Um pouco mais que no Zimbábue, o qual possui uma em cada mil pessoas vivendo assim, além de outros grupos étnicos do sul do continente africano. Em Moçambique, país onde ocorreu o crime, organizações da sociedade civil afirmam que pelo menos 30 mil pessoas vivem com albinismo.

Assista agora ao POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.