Homem é preso suspeito de matar a esposa grávida de 6 meses e a sogra

Ricardo Vasconcelos teria tido um “surto” e atirado nas duas mulheres e na boca do sogro em Cônego, Nova Friburgo (RJ)

Resumo da Notícia

  • Um empresário foi preso suspeito de matar a esposa grávida de 6 meses e a sogra
  • Ricardo Vasconcelos teria tido um "surto" e atirado nas duas mulheres e no sogro, Wellington Braga de Mello
  • A vítima foi levada para o hospital particular da região
  • A polícia fará um exame psicológico para averiguar o estado de saúde de Ricardo

Ricardo Vasconcelos foi preso suspeito de matar a esposa grávida de 6 meses e a sogra em Cônego, Nova Friburgo (RJ). O empresário também teria atirado na boca do sogro, Wellington Braga de Mello, que foi encaminhado para um hospital particular da região.

-Publicidade-

A polícia informou à UOL que quando as autoridades chegaram ao local do crime, Wellington teria afirmado que o genro estaria “completamente transtornado”. O corpo da sogra, Rosemary Gomes de Mello, foi encontrado no primeiro andar da casa. A esposa de Ricardo, Nahaty Gomes de Mello, estava na cama morta, com uma arma ao lado dela.

Nahaty e Rosemary foram encontradas mortas (Foto: Reprodução/ UOL/ Instagram)

O suspeito foi encaminhado para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico Roberto Medeiros, onde serão realizados exames psicológicos. A decisão foi tomada pelo TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). Ricardo chegou a afirmas que estava em um “surto” quando foi levado pela polícia.

Ainda não foi divulgado o estado de saúde do sogro atingido, Wellington. Para o delegado Henrique Paulo Mesquita Pessoa da 151ª DP, que investiga o caso, o “surto” alegado por Ricardo não condiz com a realidade. Também para a UOL, ele declarou, “Isso evidencia uma certa incredulidade, já que quem está em surto psiquiátrico logo após matar a esposa grávida e a sogra não teria tamanha compreensão da situação. Ele foi autuado claramente por feminicídio e na delegacia não demonstrou qualquer surto. Parecia uma pessoa absolutamente normal, consciente e controlada”.

Nahaty tinha publicado uma homenagem de Dia dos Pais para Ricardo (Foto: Reprodução/ Instagram)

A defesa de Ricardo ainda não se pronunciou sobre o caso. Em audiência, ele ainda alegou que é portador de doenças como vitiligo, depressão, ansiedade, crise de pânico e demais transtornos mentais. No Dia dos Pais, Nahaty, a esposa, tinha compartilhado uma homenagem ao marido.

A irmã e filha das vítimas se posicionou nas redes (Foto: Reprodução/ Instagram)

Sahila Mello, irmã e filha das vítimas, agradeceu o carinho e publicou um apelo no Instagram. “Está sendo muito difícil para mim. Cada uma das mensagens que estou recebendo tem feito muita diferença para suportar essa cruz. Peço que quem puder entrar em oração, mentalizar que o melhor seja feito, que a vontade de Deus seja feita na vida do meu pai e que minha irmã, minha sobrinha Zoe e minha mãe encontre paz”, desabafou. A polícia segue investigando o caso.