Homem foge depois de empresa em que trabalhava depositar mais de R$ 1,6 milhão por engano

Um funcionário de uma produtora de frios no Chile recebeu um salário muito mais alto no mês de maio por conta de um erro da área de recursos humanos. Ele se demitiu e fugiu com o dinheiro. A empresa entrou na Justiça

Resumo da Notícia

  • Um homem se demitiu e fugiu da empresa em que trabalhava após receber um salário muito maior do que o combinado
  • O ex-funcionário escondeu a informação, que foi fruto do erro da área de recursos humanos
  • Quando a empresa se deu conta, ele não quis devolver o dinheiro. O caso está na justiça

Um homem recebeu uma transferência de 281 milhões de pesos chilenos (algo em torno de R$ 1,61 milhão) da empresa em que trabalhava no Chile e teve uma reação inusitada: ele se demitiu e fugiu com o dinheiro.

-Publicidade-
Um homem se demitiu e fugiu após receber mais de R$ 1 milhão da empresa em que trabalhava por engano (Foto: iStock)

O erro, de acordo com a empresa, uma produtora de frios, foi resultado de uma falha na área de recursos humanos. Com isso, o funcionário descobriu que tinha recebido na conta um valor maior que o salário no mês de maio.

De acordo com uma reportagem do jornal argentino Clarín, em um primeiro momento, o homem sacou o dinheiro escondeu a informação, mas quando a empresa se deu conta e informou que precisava da devolução, tudo mudou.

No dia combinado, o homem não foi até a agência bancária entregar o valor. Mesmo com as inúmeras ligações, ele não atendeu o celular, apenas em uma ocasião em que justificou ter adormecido. O dia passou sem resposta, assim como os próximos dias.

Foi então que após um período o advogado do ex-funcionário foi até a empresa para informar que o homem não estava convencido a retornar o dinheiro, alegando que o erro tinha sido da própria empresa. Agora, a produtora está na Justiça para recuperar o dinheiro, reclamando de “apropriação indevida”.