Homem pula em mar agitado para salvar menina de afogamento e conta: “nem pensei”

Outros três homens britânicos também foram ao resgate e a criança não precisou ser hospitalizada

Resumo da Notícia

  • Stephen Gill, 52, estava caminhando pela praia com sua mulher quando viu uma criança no mar e notou que ela gritava por socorro;
  • Imediatamente, o rapaz pulou na água para resgatar a menina e segundo ele, foi “instinto”;
  • Outros três homens britânicos também foram ao resgate.

Stephen Gill, 52, estava caminhando pela praia com sua mulher quando viu uma criança no mar e notou que ela gritava por socorro. Imediatamente, o rapaz pulou na água para resgatar a menina e segundo ele, foi “instinto”. Outros três homens britânicos também foram ao resgate.

-Publicidade-
Menina é salva de mar revolto (Foto: Freepcik)

Tudo começou no sábado, 13 de março, quando a menina e uma amiga, de 11 anos, haviam avistado grandes ondas na praia e tentado vê-las de perto, mas acabaram sendo arrastadas pela correnteza. A menina de 11 anos conseguiu sair por conta própria, mas a amiga, não.

Em entrevista à BBC, Gill contou: “Vimos uma garotinha nadando no oceano e achamos aquilo incomum. Daí notamos que ela estava se debatendo e gritando por ajuda. Estava sendo levada pelo poder das ondas”. O homem precisou da ajuda de outros rapazes para enfrentar a força do mar. 

Homem salva menina de mar revolto (Foto: Reprodução/ BBC)

E continuou: “Foi totalmente por instinto, nem pensei a respeito, foi pura adrenalina”, explica Gill. “Eu segurava em um dos caras e ele segurava a menina, e conseguimos sair.” As meninas saíram do mar com arranhões, mas não precisaram ser hospitalizadas. 

Ainda à BBC, um representante da polícia local ressaltou a atitude dos homens: “Eles arriscaram as próprias vidas para resgatar as meninas, e sua ação rápida e corajosa fez com que ninguém ficasse seriamente ferido”, disse a corporação. “Não há dúvidas de que o raciocínio rápido deles resultou em um desdobramento muito menos sério. Eu diria que são heróis”.