Homem que perdeu as pernas em acidente cria organização para doar próteses para crianças carentes

Jordan Thomas perdeu as pernas em um trágico acidente em uma viagem em família. Mesmo assim, não pensou duas vezes para ajudar crianças que passam pela mesma situação

Resumo da Notícia

  • Jordan Thomas perdeu as duas pernas em um trágico acidente durante uma viagem em família
  • Mesmo assim, não deixou de ajudar crianças que sofrem com a mesma condição
  • Jordan, por isso, decidiu criar uma fundação que doa próteses para crianças carentes

Jordan Thomas perdeu as duas pernas em um trágico acidente em uma viagem em família. Mesmo assim, anos depois e se locomovendo com a ajuda de próteses, o rapaz não pensou duas vezes para ajudar crianças carentes que sofrem com a mesma condição, mas que não podem pagar por próteses como a dele.

-Publicidade-

Segundo Jordan, o acidente que mudou sua vida aconteceu aos 16 anos de idade – enquanto estava em um passeio com os pais pelo arquipélago de Flórida Keys. Em conversa com o portal People, o rapaz contou que estava nadando, quando a correnteza o puxou para trás do barco a motor que estava usando com a família.

Jordan perdeu as pernas em uma viagem com os pais
Jordan perdeu as pernas em uma viagem com os pais (Foto: Reprodução/ People)

A mãe de Jordan, pensando que o filho estava a uma distância segura da máquina, ligou o motor – e a hélice o pegou em cheio. “Eu soube o que tinha acontecido imediatamente”, relembra Jordan, hoje com 32 anos de idade. “Enquanto o barco se afastava de mim, olhei para baixo e minhas pernas haviam sumido. E vi sangue por toda parte”.

Os pais de Jordan eram médicos e, por causa disso, conseguiram fazer os primeiros-socorros no filho na hora do acidente – e salvar sua vida. Ao longo de mais de uma década com próteses, Jordan conta que percebeu como era privilegiado em ter condições de arcar com próteses.

“À medida que aprendi mais sobre a rotina de viver com a perda de um membro, vi várias crianças que não tinham acesso a próteses (eu tive). Vi várias crianças que não tinham acesso a cuidados de saúde adequados”, disse o jogador de golfe. “Eu reconheci o quão afortunado e sortudo eu era por ter os membros protéticos e também por ter amigos e familiares ao meu redor”.

Jordan já ajudou muitas crianças
Jordan já ajudou muitas crianças (Foto: Reprodução/ People)

Por causa disso, não pensou duas vezes para fazer, com as próprias mãos, com que crianças pudessem ter acesso ao cuidado que ele mesmo teve. “Não consigo imaginar ser pai e dizer a seu filho que você não pode pagar por isso”, disse Jordan. “Cada criança merece acesso igual às necessidades da infância”.

Assim, ele criou a Fundação Jordan Thomas – que fornece próteses para crianças abaixo dos 18 anos. “Não sou um super-humano ou essa grande figura heroica. Sou um ser humano que recebeu algumas cartas e estou jogando essas cartas da melhor maneira que posso”, disse. “Nem sempre houve sorrisos e leveza. Houve momentos em que eu estava com raiva e triste, e quando estava furioso e confuso”. Mesmo assim, ainda completa, “Tem sido uma luta e uma batalha”, acrescenta. “Hoje, tenho mais momentos de absoluta felicidade, alegria e satisfação do que nunca. Cada dia é um amadurecimento”. Superação!