Idosa de 101 anos que sofreu com a gripe espanhola comemora vitória contra o coronavírus

Angelina Friedman, mora em Nova Iorque, Estados Unidos, local que se tornou o epicentro do vírus no mundo, com um dos maiores números de infectados. Veja que emocionante está história de superação

Resumo da Notícia

  • Idosa de 101 anos sobrevive ao coronavírus
  • Ela já passou por uma gripe espanhola
  • Moradora de Nova Iorque, ela assistiu a cidade estar cada vez mais perigosa para se contaminar
Angela sobreviveu a gripe espanhola e a covid-19 (Foto: Reprodução/ Pix11)

Angelina Friedman de 101 anos, demostrou que ela uma prova de superação e esperança para comunidade que vive em Nova Iorque, Estados Unidos, lugar que é o epicentro de contaminação do coronavírus. Ela que passou pelo surto de gripe espanhola em 1918, sabe bem como é lidar com um caos na área da saúde, e infelizmente está passando por essa situação novamente, após se contaminar e ter fortes sintomas de covid-19.

-Publicidade-

De acordo com a Little Things, Angela que mora em um asilo, o North Westchester Restorative Therapy and Nursing Center, descobriu que estava com o vírus quando foi fazer uma visita de checagem ao hospital. Felizmente no último dia 20 de abril, ela teve alta e já estava sem o vírus. “Ela não é humana. Ela tem DNA de super humanos”, brincou Joanne Merola, filha de Angela.

-Publicidade-
-Publicidade-