Incêndio atinge prédios comerciais na região da 25 de março e deixa bombeiros feridos

Dois bombeiros que atuavam no combate ao fogo ficaram feridos. Os mesmos sofreram queimaduras de 2º grau e foram encaminhados ao pronto-socorro do Tatuapé com mais de 15% do corpo queimado

Resumo da Notícia

  • Incêndio atinge prédios comerciais na região da 25 de março e deixa bombeiros ficam feridos
  • Dois bombeiros que atuavam no combate ao fogo ficaram feridos. Os mesmos sofreram queimaduras de 2º grau e foram encaminhados ao pronto-socorro do Tatuapé com mais de 15% do corpo queimado
  • Os bombeiros ainda não sabem o motivo que causou o incêndio

Um incêndio atinge há ais de 12 horas cerca de quatros prédios comerciais na Rua Barão de Duprat, localizada pela região da Rua 25 de Março, no Centro de São Paulo. Conforme apuração do g1, o coronel Melo informou que o incêndio começou por volta das 21h deste domingo, 10 de julho, em um área de uma prédio de dez andares, e se alastrou para mais três imóveis.

-Publicidade-

Até o momento, são: uma loja de artigos de papelaria e festa, que ficou completamente destruída, um prédio de seis andares, que corre o risco de desabar, e uma igreja ortodoxa. Todos os imóveis em questão estavam vazios, até mesmo a igreja, a primeira ortodoxa do Brasil.

Ao jornal, o Edilon Pinheiro, sacristão da Catedral Metropolitana da Arquidiocese da Igreja Ortodoxa Antioquina, contou que eles ainda não abem o tamanho do prejuízo na unidade do Centro de São Paulo.

“Ficamos muito tristes. Temos informações de que o fogo atingiu a igreja, mas ainda não sabemos os danos. É a primeira igreja ortodoxa fundada no Brasil, em 1904. Os arquivos dela são grandes e tem informações da religião e história do nosso povo. É um patrimônio histórico da colônia síria no Brasil”, disse.

incêndio na região 25 de março
Incêndio atinge imóveis localizados pela região da 25 de Março (Foto: Reprodução / Willian Moreira / Futura Press / Estadão Conteúdo)

Já por volta das 8h, os bombeiros trabalhavam para conter as chamas no prédio maior, de dez andares. Nos outros imóveis, o fogo já tinha sido controlado. Dois bombeiros que atuavam no combate ao fogo ficaram feridos. Os mesmos sofreram queimaduras de 2º grau e foram encaminhados ao pronto-socorro do Tatuapé com mais de 15% do corpo queimado. Ao todo, 28 viaturas e 80 bombeiros trabalham para combater as chamas.

Os bombeiros ainda não sabem o motivo que causou o incêndio. A Polícia Civil também vai apurar as causas e possíveis responsabilidades pelo fogo que atingiu e danificou os imóveis. O incêndio afetou a circulação de ônibus no local.

A SPTrans, segundo o g1, informou que as linhas que passam pela região estão realizando desvios e que a equipe acompanha a situação. O Mercado Municipal de São Paulo, próximo ao incêndio, está funcionando. No entanto, o acesso a ele está comprometido, com os bloqueis e desvios no trânsito por conta do fogo nos imóveis.

Os funcionários de lojas próximas ao local aguardam para saber se as lojas poderão ser abertas, e os moradores de um prédio residencial ao lado dos imóveis em chamas foram orientados a deixar os apartamentos por conta dos riscos, mesmo que o prédio não tenha sido atingido pelo fogo.