Instagram hackeado: saiba como evitar o novo golpe que “rouba” contas e faz vendas de produtos falsos

O Instagram se tornou alvo de ataques de criminosos que usam inúmeras técnicas para acessar contas e fazer o que bem entendem com perfis de outras pessoas. Veja como se proteger e evitar que aconteça com você

Resumo da Notícia

  • Golpistas se passam por outra pessoa e pedem dinheiro nas redes sociais
  • Os golpes no Instagram vem sendo cada vez mais comuns ultimamente e você precisa saber como se proteger
  • Caso sua conta tenha sido hackeada, existem meios para recuperá-la

O famoso e cansativo golpe do Whatsapp acaba de ganhar uma atualização por criminosos. A gente não têm um minuto de paz! Agora as invasões são em contas da rede social Instagram. Imagina a cena: você está navegando pelo celular, trocando conversas em outros aplicativos e quando abre o  Instagram, como de costume, percebe que foi deslogado da conta e não consegue mais acessar o seu perfil. Seus amigos te falam que têm recebido mensagens sua pelo direct pedindo dinheiro ou até vendendo produtos, desde sofás usados até iPhone 13. Esse é o resultado e o início da dor de cabeça.

-Publicidade-

Foi isso que aconteceu com a psicóloga clínica Raquel Capitelli Ribeiro. No caso dela, tudo começou depois que ela tentou acessar o link promocional que recebeu de um perfil falso de uma pousada mineira que havia começado a seguir. Uma conta com nome parecido, mas não era a oficial. “Recebi um link promocional com valores de hospedagem. Quando cliquei já apareceu a notificação que um iPhone em São Paulo estava conectando na minha conta. Foi tudo em uma fração de segundo. Minha primeira preocupação foi a conta bancária, fui checar e estava tudo bem. Quando voltei para o Instagram já não conseguia mais acessar”, relembra ela.

A primeira reação foi logo ligar para o irmão, que trabalha com tecnologia. Ele, no entanto, também não conseguiu ajudar muito. Vendo que não teria muito o que fazer no momento, Raquel logo começou a avisar as pessoas: primeiro o grupo da família, depois alguns amigos. “Fomos avisando da forma que era possível”.

Raquel criou outra conta após ter o seu Instagram hackeado
Raquel criou outra conta após ter o seu Instagram hackeado (Foto: arquivo pessoal)

Os golpes no Instagram vem sendo cada vez mais comuns ultimamente. Essa plataforma se tornou alvo de ataques de criminosos que usam inúmeras técnicas para descobrir senhas, roubar contas e fazer o que bem entendem com perfis de outras pessoas. O primeiro passo para conseguir solucionar o problema é identificar o golpe na sua conta.

Mas além de aprender a identificar o golpe na sua conta, também é preciso ficar de olho no perfil dos seus amigos. Se um colega ou familiar que não costuma usar o Instagram como uma plataforma para vender produtos começa a publicar, de um dia para o outro, stories anunciando vendas, principalmente de eletrodomésticos: fique atento! Antes de pensar em comprar e ver se o valor vale a pena, busque outro modo de entrar em contato com essa pessoa (seja via telefone ou Whatsapp), e se certifique que ela realmente está por trás disso.

Afinal, os golpes mais comuns atualmente tem acontecido desta forma: o hacker entra no Instagram da pessoa e começa a oferecer produtos por preços mais baixos que o comum nos stories. Ao ver os anúncios em um Instagram de amigo ou conhecido de confiança, você provavelmente pode se interessar pelos produtos e, como solicitado, mandar uma mensagem no direct (parte de mensagens privadas do aplicativo), para fazer a compra. O hacker logo manda o PIX. Achando que está pagando por um produto que um amigo está vendendo, você efetua o pagamento e pronto: cai no golpe.

Quem olhasse as publicações do Instagram de Raquel quando ela foi hackeada, por exemplo, via ofertas de Apple Watch, PlayStation e até mesmo uma rifa, que custava R$ 50,00 para ajudar uma entidade. “Como eu sou psicóloga e estou sempre postando coisas, cinco pessoas caíram no golpe, mas era nítido a diferença, pelo PIX e a conduta do hacker, que escrevia muita coisa errada”, conta. Todo o terror durou por 10 dias. Os golpistas, inclusive, trocaram o perfil dela de privado para público, assim qualquer pessoa poderia ver as vendas de uma falsa Raquel.

A psicóloga chegou a mandar um áudio para o hacker, com uma outra conta no Instagram. A resposta foi clara: “Ele me ridicularizou dizendo que eu havia perdido e que era uma burra”. Ela chegou a fazer um boletim de ocorrência online e ir atrás de outras formas para resolver o problema. No caso dela, no entanto, a conta não foi recuperada.

Como identificar uma conta hackeada?

Fique de olho nos sinais! Acesso banido (se a conta for sua), troca do nome e imagem, postagem de fotos suspeitas no feed ou stories do Instagram são alguns indícios de que sua conta foi hackeada. Criminosos fazem isso para difamar a imagem de alguém, expor pessoas e, principalmente, conseguir dinheiro, seja pedindo ou supostamente “vendendo” produtos.

Como saber se seu Instagram foi hackeado
Como saber se seu Instagram foi hackeado (Foto: Getty Images)

Os casos mais comuns são vendas de eletrodomésticos e celulares por um baixo custo. A história contada em cima disso costuma ser que os aparelhos foram trazidos do exterior e por isso estão mais baratos, ou ainda já foram usados e estão sendo vendidos por um bom preço. Achando que estão na vantagem, os interessados entram em contato, sem saber que se trata de um golpista, e acabam combinando a compra. Após o pagamento ser efetuado pela vítima, o golpista bloqueia o contato e impede que a pessoa que caiu no golpe conteste ou peça o dinheiro de volta. Fique esperto para não cair nessa!

Além disso, contas hackeadas podem ter alterações na biografia do perfil. O criminoso coloca um link com vírus, e quando acessado por outros usuários, o golpista faz novas vítimas. Esse tipo de golpe pode atingir qualquer conta, não apenas aquelas com um alto número de seguidores. Por isso, é preciso tomar certos cuidados.

Como proteger a minha conta?

Em julho de 2021, frente ao crescimento de denúncias de golpes por meio da rede social, o Instagram publicou uma nota divulgando um recurso novo chamado Verificação de Segurança. A empresa disse que: “trabalha de forma contínua na implementação de recursos capazes de barrar o acesso de hackers a contas de terceiros, como a autenticação de dois fatores e Solicitação de Login, em campanhas educativas de identificação e prevenção a esse tipo de ataque, bem como em ferramentas e processos para a recuperação de contas da plataforma”.

Existem alguns métodos de segurança que podem ser tomados para evitar que sua conta seja hackeada. A maneira mais eficaz de se proteger contra essas tentativas de invasões é ativar a autenticação de dois fatores. Com essa função ativada, o usuário vai receber um código de confirmação de login por SMS, WhatsApp ou e-mail. Além de inserir a senha, é preciso incluir um outro código de acesso enviado para você, antes de entrar na rede social. Para ativar a ferramenta, vá até as Configurações do Instagram, clique na opção Segurança e, em seguida, Autenticação de dois fatores.

Saiba como proteger a sua conta
Saiba como proteger a sua conta do Instagram de golpes (Foto: Arquivo Pessoal)

Após ativar a autenticação de dois fatores no Instagram, você também consegue ativar as solicitação de login. Com o recurso ativado, você receberá um alerta toda vez que alguém tentar entrar na sua conta, indicando qual dispositivo tentou fazer o login e onde ele está localizado. Você pode aprovar ou recusar de imediato a solicitação nos seus dispositivos conectados. Inclusive na sessão “Atividade de login” você tem acesso a uma lista de dispositivos que recentemente logaram a sua conta. Se não reconhecer algum dispositivo, você poderá desconectar-se.

Por mais que você pense que está conversando com um amigo ou conhecido, lembre-se: Jamais compartilhe seus dados pessoas nas redes sociais, principalmente quando a corversa e o perfil apresentam características de golpe. Não dê continuidade a conversa e não acesse nenhum link que essa pessoa tenha te mandado. Manter seus dados pessoais protegidos no ambiente digital é fundamental para sua privacidade e segurança.

Fui Hackeado! Como recuperar minha conta?

Quando uma conta é hackeada é comum que a primeira coisa que um golpista faça seja trocar a senha, para que o real dono não consiga mais acessar. Para recuperar sua conta, você vai precisar da ajuda do próprio Instagram, e ter acesso ao e-mail usado para o cadastro do seu perfil. Confira o passo a passo:

1. Abra o aplicativo do Instagram

Na tela inicial, clique em “Esqueceu sua senha?”. Na tela seguinte, informe seu e-mail de cadastro na rede social e toque em “Avançar”.

Clique em “Esqueceu sua senha?"
Clique em “Esqueceu sua senha?” (Foto: Arquivo Pessoal)

2. Código de acesso

Um código de acesso será enviado para seu e-mail. Digite a sequência de números na nova tela exibida no Instagram e volte a acessar o seu perfil.

Caso o golpista tenha alterado as configurações do seu perfil, como e-mail, número de telefone e nome de usuário, você vai precisar entrar em contato com o suporte do Instagram para recuperar sua conta.

3. Mais ajuda

Ao selecionar a opção “Esqueceu sua senha?“, informe seu e-mail e clique em “Precisa de mais ajuda?“ para entrar em contato com o suporte.

Clique em “Precisa de mais ajuda?“
Clique em “Precisa de mais ajuda?“ (Foto: Arquivo Pessoal)

4. Formulário

O Instagram irá te perguntar por que você não consegue mais acessar sua conta e você deve responder “Minha conta foi invadida“. A partir daí, o aplicativo irá te dar duas opções: “Sim, eu tenho uma foto minha na minha conta” ou “Não, eu não tenho uma foto minha na minha conta” para aqueles que tiveram o Instagram hackeado.

5. Sim ou não?

Se você marcou “Sim, eu tenho uma foto minha na minha conta”, o Instagram vai pedir que você informe um e-mail de acesso para continuar com a solicitação, além de um vídeo mostrando o rosto em diferentes direções, para confirmar sua identidade.

Se você marcou “Não, eu não tenho uma foto minha na minha conta”, você receberá um e-mail de resposta automática da equipe de suporte e será redirecionado à página de ajuda para tentar recuperar a conta de outra maneira.