Inverno: como prevenir as doenças desta época do ano e evitar remédios para as crianças

Em tempos de frio, sintomas como tosse e espirros são comuns, mas alguns hábitos simples na rotina podem proteger a família

Resumo da Notícia

  • Em época de frio, é comum que sintomas como tosse e espirros comecem a aparecer
  • Neste momento de pandemia, tudo se torna uma preocupação
  • Mas alguns hábitos simples podem proteger a família toda no inverno
Sintomas comuns de gripe ou resfriado se tornaram preocupação maior por conta da pandemia (Foto: Getty Images)

É só chegar o frio e o tempo mudar que sintomas como tosse, espirro e outros comuns das doenças de inverno começam a se manifestar. Mas este ano tudo está diferente. Em meio à pandemia do novo coronavírus, qualquer sintoma que se assemelha ao da gripe ou resfriado já preocupa pais e mães. Tanto as doenças de inverno, quanto o coronavírus, são inimigos invisíveis. Mas a notícia boa é que dá para proteger sua família com alguns hábitos simples de prevenção ao longo do ano.

-Publicidade-

Olhando sob outro ponto de vista (tudo pode ter um lado bom, não?) os resfriados da infância podem significar maior resistência na vida adulta. “Infelizmente não há nenhum remédio milagroso. As defesas aumentam ao longo dos anos e é necessário que as crianças peguem gripes e resfriados para aprimorar seu sistema imunológico. Mas é possível estimular a imunidade desde cedo”, diz Claudio Len, pai de Fernando, Beatriz e Silvia, pediatra e nosso consultor.

Ainda assim, é importante ficar atento aos sintomas que o seu filho apresenta – e aos sinais de piora. “Não há necessidade de levar a criança para o hospital ao primeiro sinal de mal-estar, pois muitos sintomas se curam sozinhos, mas é importante observar se ela apresenta febre superior a 38 °C, dores, gemidos, peito chiando, secreção e ausência de apetite”, explica o pediatra.

-Publicidade-

Prevenir é melhor que remediar

A prevenção contra as doenças de inverno pode começar antes mesmo de o bebê nascer, com uma boa alimentação durante a gestação e imunização contra o vírus Influenza por meio da vacina. “Quando a gestante ou lactante toma a vacina contra a gripe, ela imuniza também a criança, passando o antídoto pela placenta e pelo leite materno”, conta Claudio Len. É importante ressaltar que o leite materno auxilia no desenvolvimento do sistema imunológico, fator essencial para prevenir e acelerar o processo de melhora das doenças de inverno.

Hábitos saudáveis podem proteger a família de contrair doenças típicas de inverno (Foto: Ivan Dostál )

Crianças entre 1 e 5 anos são a principal fonte de transmissão da gripe para familiares e pessoas com quem têm contato, por isso, é muito importante que os pais sigam à risca a carteira de vacinação – incluindo a vacina da Influenza. Para evitar qualquer tipo de contágio, a recomendação médica é comer de maneira saudável – com variação de frutas e verduras –, beber dois litros de água por dia, manter a vacinação em dia e seguir todas as recomendações contra o coronavírus.

Uma revisão de estudos da Cochrane, organização internacional responsável por elaborar revisões de literaturas médicas, mostrou que os medicamentos antigripais que combinam analgésicos, antialérgicos e descongestionantes têm efeito limitado em crianças maiores de 6 anos e não apresentam evidência de efetividade em crianças menores.

Por isso, a prevenção é um dos melhores caminhos para evitar que seu filho fique gripado ou resfriado. O uso de medicamentos com ingredientes de origem natural, como o Previgrip que é indicado como tratamento auxiliar de gripes, com estímulo ao sistema imunológico é um aliado para a saúde da família*. A Weleda, que é baseada na medicina antroposófica, por exemplo, busca criar uma terapia que ajuda o organismo a encontrar seu próprio caminho para sair da doença. A dica é usar no início das estações mais frias e manter o uso durante todo o inverno.

Em parceria com a Weleda, fizemos um bate-papo com o Dr. Claudio Len e Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, filha de Branca Helena e Igor, para tirar dúvidas sobre as doenças mais comuns dessa época do ano e dar dicas de prevenção para proteger toda a família.

Assista ao vídeo completo da live:

Doenças de inverno: as principais diferenças entre gripes e resfriados

Estamos ao vivo com o Dr. Claudio Len, pediatra e nosso consultor, pai de Beatriz, Fernando e Silvia, para tirar dúvidas sobre as doenças mais comuns dessa época do ano e dicas de prevenção para proteger toda a sua família! #Weleda #doençasdeinverno #saúde

Posted by Revista Pais&Filhos on Monday, June 22, 2020

-Publicidade-