Irmã de Johnny Depp relata abuso da mãe na infância: “Corríamos e nos escondíamos”

A mulher contou que tanto ela quanto o ator precisavam fugir dos surtos de violência da mã, Sue Palmer, quando eram crianças

Resumo da Notícia

  • Christi Dembrowski revelou que ela e o irmão Johnny Depp sofriam abusos físicos pela mãe quando eram crianças
  • O relato foi feito durante um julgamento de difamação movido pelo ator contra a ex-mulher Amber Heard
  • A irmã disse que ambos prometeram nunca repetir atos de violência, semelhante aos que sofreram na infância

Christi Dembrowski, de 61 anos de idade, irmã de Johnny Depp, revelou que ambos sofreram abusos físicos constantes da própria mãe, Sue Palmer, quando eram crianças. O relato surgiu durante um julgamento de difamação movido pelo ator contra a ex-mulher Amber Heard, na terça-feira, 12 de abril.

-Publicidade-
Irmã de Johnny Depp relata abuso da mãe na infância: “Corríamos e nos escondíamos” (Foto: Reprodução) 

“Nós corríamos e nos escondíamos”, disse Christi. “Ela batia e jogava coisas na gente. Nada do que estava acontecendo em nossa casa parecia bom. E assim, à medida que envelhecia, tanto Johnny quanto eu, na verdade, decidimos que, uma vez que fôssemos embora, uma vez que tivéssemos nossa própria casa, nunca mais repetiríamos, nunca, nada semelhante à nossa infância. Nós íamos fazer diferente”, contou.

Sue Palmer faleceu aos 81 anos de idade, em maio de 2016, poucos dias antes do início do processo de divórcio de Amber Heard e Johnny Depp, que eram casado desde 2015. Desde então, ambos vivem intensas brigas judiciais.

O julgamento aberto a pedido de Depp, acusa sua ex-mulher de difamação após ela relatos de suposta violência doméstica, em uma matéria publicada pelo jornal The Washington Post, em 2018.