Irmão de Roberto Carlos não resiste a AVC após 4 meses internado

Lauro Braga completou 90 anos nesta semana. Segundo a assessoria do cantor, o aposentado não chegou a testar Covid-19

Resumo da Notícia

  • O irmão mais velho de Roberto Carlos, Lauro Braga, não resistiu a um AVC e a um caso de meningite
  • O aposentado de 90 anos se foi nesta quinta-feira, 11 de março
  • Internado em um hospital particular do Rio de Janeiro há quatro meses, o primogênito da família não chegou a testar Covid-19

O irmão mais velho de Roberto Carlos, Lauro Braga, não resistiu a um AVC e a um caso de meningite e se foi nesta quinta-feira, 11 de março. Internado em um hospital particular do Rio de Janeiro há quatro meses, o primogênito da família não chegou a testar Covid-19, segundo a assessoria de imprensa do cantor.

-Publicidade-
Lauro Braga tinha 90 anos e não resistiu ao AVC (Foto: Reprodução / Instagram)

O filho de Roberto Carlos, Dudu Braga, lamentou a perda do tio, que completou 90 anos ainda nesta semana. “Ele fez aniversário anteontem. Já estava há um tempo internado no Hospital da Aeronáutica, não era Covid-19, ele tinha tido meningite e um AVC. Acabei de falar com meu pai, ele está arrasado. Eles eram muito próximos. O tio Laurinho era o nosso exemplo de vitalidade, era atleta, vaidoso, sempre se cuidou”, contou, em entrevista a Quem.

Tratando do terceiro câncer desde o ano passado, Dudu disse que não irá ao enterro do tipo no Rio de Janeiro. Meu pai falou: ‘nem vem porque você não pode’. Porque estou fazendo o tratamento do câncer. Falei com meu pai há 45 minutos. O que nos deixa tranquilos é que meu pai tomou a vacina“, explicou.

-Publicidade-

Apesar da distância, o filho do rei garante que guardará as boas lembranças de Lauro. “Vovó Lalá contava que meu pai foi de Cachoeiro de Itapemirim [no ES] para o Rio para cantar e tio Laurinho foi para ser jogador de futebol. Ele chegou a treinar no Bangu, mas se contundiu, estourou o joelho e não pôde seguir a carreira. Mas quase se tornou jogador profissional. Ele vai ficar no nosso coração”, contou.