O mundo gira! Irmãos de Whindersson Nunes admitem que humorista chegou a ser “desacreditado” em casa

Em participação no Faustão na Band na última quarta-feira, 19 de janeiro, Whindersson falou sobre as dificuldades do início da carreira, mas agradeceu a parceria com os irmãos

Resumo da Notícia

  • Os irmãos de Whindersson Nunes falaram sobre a carreira do humorista
  • Ele participou do quadro Arquivo Pessoal do Faustão na Band da última quarta-feira, 19 de janeiro
  • Por lá, Whindersson relembrou as dificuldades do início da carreira e agradeceu a parceria com os irmãos

Na última quarta-feira, 19 de janeiro, Whindersson Nunes marcou presença no Faustão na Band – especialmente no quadro Arquivo Pessoal. Por lá, o humorista relembrou os primeiros passos da carreira e ainda recebeu recados e homenagens dos irmãos.

-Publicidade-

No programa, inclusive, a família de Whindersson admitiu que o artista chegou a ser desacreditado por muita gente antes de chegar no topo. Harrison, por exemplo, contou no programa que é atualmente o maior fã do irmão, que superou muitas dificuldades para chegar onde está.

“Eu sou o maior fã dele. Não é pai, não é mãe, sou eu. Alguém que foi desacreditado até dentro de casa, e conquistou o Brasil todo”. Além dele, a irmã Hagda Kerolayne admite que, inicialmente, foi muito difícil lidar com as saudades.

Whindersson se deparou com homenagem dos irmãos no programa
Whindersson se deparou com homenagem dos irmãos no programa (Foto: Reprodução/ Band)

“Quando ele começou a sair de casa, ele ia e voltava, e eu pedia para ir com ele. Senti muita falta, né? Ele era meu irmão, muito carinhoso”. Whindersson se emocionou com os depoimentos, e disse que sem a parceria dos irmãos os seus passos teriam sido ainda mais complicados.

“Eu acho que devem ter vários como eu que não conseguem chegar lá porque o Brasil puxa para trás e não deixa. Mas ver meus irmãos falando de mim é muito bom, porque era sempre uma onda de correr atrás de dinheiro, de coisa, e agora ver todo mundo respirando, dando até uma pausa enquanto fala, é bom demais”. Rede de apoio é fundamental, em qualquer momento da vida!