Irmãs de 96 e 100 anos viram exemplo de superação ao se curarem de coronavírus

Myrtes e Dirce Bastos, moradoras do município de Corumbá, Mato Grosso do Sul, são vizinhas e testaram positivo ao mesmo tempo para Covid-19. Mas, 15 dias depois do diagnóstico, conseguiram vencer a doença

Resumo da Notícia

  • Boa notícia! Duas irmãs do Mato Grosso do Sul se recuperaram do coronavírus
  • As irmãs, de 96 e 100 anos, testaram positivo juntas e se recuperaram 15 dias depois do diagnóstico
  • O caso é exemplo de superação e mostra que dias melhores estão por vir

Essa vai para a lista de notícias que esquentam o coração! Em Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, a história dessas duas irmãs está emocionando muita gente. Myrtes Bastos, de 96 anos, e Dirce Bastos, 100 anos, ficaram sabendo ao mesmo tempo que estavam contaminadas com o novo coronavírus. Mas, cerca de 15 dias após o diagnóstico, elas se recuperaram da doença.

Irmãs se recuperaram de coronavírus no Mato Grosso do Sul (Foto: Prefeitura de Corumbá/Divulgação)

Segundo a prefeitura de Corumbá, Myrtes e Dirce são vizinhas e têm o costume de visitar uma a outra várias vezes, inclusive sentando na varanda de casa para ver o movimento. Myrtes foi a primeira a apresentar sintomas – logo as irmãs fizeram o teste e tiveram o resultado positivo para Covid-19.

De acordo com a secretaria da saúde do município, as irmãs foram tratadas com muita hidratação e repouso. Sempre otimista, Myrtes contou que ficou mais de 15 dias se sentindo mal mas não desanimou: “ Enquanto há vida, há esperança. Muitas vezes nem me lembro da minha idade para não ficar desanimada”, ela contou em entrevista ao G1.

O segredo pra viver bem e por muito tempo? Ser uma pessoa tranquila, levar uma vida simples e se alimentar bem. O caso das irmãs Bastos é visto como exemplo de superação para o secretário de saúde de Corumbá e dá esperança para muita gente de que dias melhores virão.