Irmãs separadas? Mãe de Camila Cabello chama atenção por semelhança com Adriane Galisteu

Fãs de Camila Cabello apontaram semelhança entre a mãe da cantora com a apresentadora Adriane Galisteu

Resumo da Notícia

  • Fãs de Camila Cabello apontam semelhança entre a mãe da cantora com apresentadora brasileira
  • A Adriane Galisteu reagiu em tom de brincadeira sobre os comentários
  • Os internautas disseram que a Camila tem uma tia brasileira perdida

Será que são irmãs separadas? A cantora Camila Cabello causou grande comoção nas redes sociais ao publicar uma foto ao lado de sua mãe, a Sihune Estrabao. A imagem em si apresenta muito afeto e amor entre mãe e filha, mas o que de fato chamou a atenção dos internautas, foi a semelhança da matriarca da cantora com uma personalidade brasileira.

-Publicidade-
Adriana Galisteu brincou com o rumor de gravidez
Público diz que Adriane Galisteu se parece com mãe de Camila Cabello (Foto: reprodução/Instagram @galisteuoficial)

Muitos fãs brasileiros disseram que a mãe da artista se parece com a Adriane Galisteu, apresentadora que comanda os reality shows Power Couple Brasil e A Fazenda, ambos da Record TV. Uma seguidora disse: “Meu Deus, parecem até irmãs. Estou assustada”. Já outra seguidora brincou ao falar do filho de Galisteu: “O Vittorio tem uma irmã mais velha muito famosa então?”. Outra fã já foi além e comentou: “Camila, você tem uma tia brasileira, corre aqui”.

Por conta da grande repercussão, a própria Galisteu interagiu com o post que inicialmente foi feito no Twitter. “Gêmea perdia. DNA”, respondeu. Mas e você, achou uma grande semelhança ou nada a ver?.

Comentário sobre amamentação

Adriane Galisteu recentemente gerou polêmica ao compartilhar a própria experiência sobre amamentação em uma publicação de Nanda Costa no Instagram. Por lá, a apresentadora e mãe de Vittorio, de 11 anos, foi chamada de racista – e, por causa disso, ela se pronunciou.

Por meio de um vídeo publicado no Instagram, Adriane esclarece: “Passando por aqui para pedir desculpas por um termo errado e inadequado que eu usei em um post da Nanda Costa. A quem eu magoei, me perdoem pela minha ignorância”.

Mesmo assim, ainda completa, “Não adianta, não vou vestir um terno que não cabe em mim. Um terno que não veste em mim é o da racista, da preconceituosa. Essa não sou eu”.