Jovem descobre que estava grávida três dias antes de dar à luz: “Achava que era barriga de cerveja”

Ela foi à emergência reclamando de cólicas e chegou a receber diagnóstico de suspeita de tumor no ovário, até fazer o ultrassom

Resumo da Notícia

  • Uma mulher descobriu que estava grávida três dias antes de dar à luz
  • Ela recebeu o diagnóstico de suspeita de tumor no ovário
  • Ela não sentiu mudanças durante a gravidez

Uma mulher descobriu que estava grávida apenas três dias antes do parto, em Fortaleza, Ceará. Ela estava com quase nove meses de gravidez quando resolveu ir à emergência depois de sentir dores de cólica. Os médicos até suspeitaram de um possível tumor no ovário, mas, depois de um ultrassom, ela descobriu que estava esperando um bebê.

-Publicidade-

“Foi uma surpresa, já que eu não estou em um relacionamento e já estava quase nascendo, mas em 24 horas minha família fez enxoval, organizou tudo, adaptou toda a casa e me apoiou em tudo. Nesses 8 meses eu bebi, comi sushi, corri e cai de salto alto, pintei cabelo, tomei remédios, mas Deus foi tão maravilhoso que ela nasceu perfeita”, disse a jovem para o portal.

Segundo informações dadas pelo g1, o parto aconteceu na última quinta-feira, 09 de junho, mas ela não imaginava que estava esperando uma criança, pois estava menstruando normalmente, não teve enjoos e nem aumento do peso desde a última relação sexual.

Mulher descobre que estava grávida três dias antes de dar a luz
Mulher descobre que estava grávida três dias antes de dar a luz (Foto: Getty Images)

“Do início de maio para cá foi que aumentei cerca de 3 a 4 quilos, mas a barriga cresceu pouquíssimo, tipo ‘barriguinha de cerveja’. Na segunda [6 de junho], passei o dia com cólica e sensação como se fosse uma água descendo, como se eu não conseguisse segurar o xixi. Decidir ir à emergência para ver o que era”, continuou a mãe.

A jovem recebeu o diagnóstico de suspeita de tumor no ovário pois a família já tinha histórico da doença com casos anteriores. Mas, o ultrassom pélvica mostrou uma outra surpresa, uma boa surpresa!

“A doutora tentou fazer uma transvaginal e não conseguiu. Aí quando fez a ultrassom pélvica encontrou a bebê bem próxima às minhas costas, toda alojada para a parte de trás do meu corpo. A água que estava saindo era a minha bolsa que furou, bolsa rota, aí, já me internaram, pois, eu estava com cerca de 35 semanas e 2 dias, entrando em parto a qualquer momento”, finalizou.