Jovem faz versão gigante da carteira de vacinação após ser imunizado contra Covid-19 e viraliza

Marcelo Coenca, de 28 anos, não perdeu a piada para comemorar o fato de ter recebido a vacina

Resumo da Notícia

  • A cidade de Itu, no interior de São Paulo, é conhecida pelos exageros;
  • Justamente por isso, Marcelo Coenca, de 28 anos, não perdeu a piada após ser imunizado contra a Covid-19;
  • Ele publicou uma versão gigante da carteira de vacinação e viralizou nas redes sociais.

A cidade de Itú, no interior de São Paulo, é conhecida pelos exageros. Justamente por isso, Marcelo Coenca, de 28 anos, não perdeu a piada após ser imunizado contra a Covid-19. Ele publicou uma versão gigante da carteira de vacinação e viralizou nas redes sociais.

-Publicidade-

Na legenda da imagem, brincou: “gente, fui tomar minha vacina em Itu e olha o que recebi”. Em poucas horas a imagem recebeu inúmeros comentários, curtidas e até críticas ao jovem. Entretanto, o que poucos perceberam é que a imagem na verdade, se tratava de uma brincadeira.

Carteira de vacinação gigante (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Algumas pessoas falaram até que dava para ter comprado mais vacina com o valor gasto na suposta impressão da carteira de vacinação”, conta o jovem que atua como designer. Depois da confusão, Marcelo explicou que fez tudo em um programa de edição.

“Com a ajuda de um painel que tinha na parede, tirei a foto e ampliei a imagem. Tudo foi feito em torno de cinco a 10 minutos”, diz. Ele ainda disse que mora em São Paulo, mas visitou Itú várias vezes na infância. Justamente por isso, ele decidiu fazer a brincadeira para comemorar a imunização.

Carteira de vacinação gigante (Foto: Reprodução/ Instagram)

Vacinação de adolescentes em São Paulo

Na quinta-feira, 5 de agosto, o governo de São Paulo informou que o início da vacinação contra a covid-19 para adolescentes de 12 a 17 anos no estado está suspenso. Por tempo indeterminado, a data vai se manter em aberto até a regularização das doses da vacina da Pfizer.

“O início de vacinação dos adolescentes do estado de São Paulo está neste momento com a sua data de início em aberto. Isto se deu por conta da redução do envio proporcional de vacinas da Pfizer para o estado de São Paulo”, explicou o secretário executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro.