Jovem mata os pais a facadas e deixa “cena de horror” no apartamento da família

Guilherme Heringer de 22 anos matou os próprios pais e se matou logo depois em Vila Velha, na Grande Vitória. Ele alegou que o fez pois estava sendo “perseguido”

Resumo da Notícia

  • Um jovem de 22 anos matou os pais a facadas em Vila Velha, na Grande Vitória
  • Familiares contam que ele estava sob tratamento psiquiátrico
  • Policiais encontraram uma "cena de horror" no apartamento da família
  • O homem se matou logo depois do crime

Um jovem matou os pais a facadas em Vilha Velha, Grande Vitória. Guilherme Heringer tinha 22 anos, era estudante de medicina e se matou logo após o crime. Policiais encontraram uma “cena de horror” no apartamento da família.

-Publicidade-

Familiares de Guilherme contaram que ele passava por sérios distúrbios desde o começo da pandemia, e que estava sob tratamento psicológico. Ele esfaqueou a mãe, Raquel Heringer, de 61 anos, e o pai, Paulo Oliveira Cesar, de 68. O pai também era médico e pastor de uma igreja evangélica.

O apartamento em que o casal foi assassinado estava repleto de símbolos religiosos. Pinturas com o número 666, cruzes invertidas e frases foram espalhadas por diversos cômodos.

Símbolos religiosos foram encontrados (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

“É um quadro de horror, repleto de símbolos notadamente cristãos e religiosos. Imagens de origem apocalíptica, isso é, ‘o mundo está acabando, o diabo já chegou, o juízo está sendo feito’, um cenário de juízo final e desfecho”, declarou o O professor de Ciências da Religião na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Edebrande Cavalieri ao G1.

Diversas pinturas foram encontradas no apartamento (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Especialistas suspeitam de que o menino teve um surto psicótico. Para a psiquiatra Letícia Mameri, também ao G1, “Fica nítido que temos um quadro de, no mínimo, delírio. O mais provável é um surto psicótico. A pessoa tem uma alteração na forma de pensar e que, muitas vezes, está relacionada a parte mística, que é o que parece ter ali”, apontou.