Jovem que perdeu a mãe ganha reforma completa em casa: “Essa conquista é nossa”

Jorge Fernando Pinheiro Frigatto possui 24 anos de idade e é conhecido como JorgeDrew nas redes sociais. Ele perdeu a mãe do fim do ano passado após complicações de uma cirurgia, mas afirmou que a reforma no lar é um ‘recomeço’

Resumo da Notícia

  • Jovem que perdeu a mãe ganha reforma completa em casa
  • Jorge Fernando Pinheiro Frigatto possui 24 anos de idade e é conhecido como JorgeDrew nas redes sociais
  • Ele perdeu a mãe do fim do ano passado após complicações de uma cirurgia, mas afirmou que a reforma no lar é um 'recomeço'

Emocionante! Jorge Fernando Pinheiro Frigatto perdeu a mãe, Ana Lúcia Alves, em novembro do ano passado. Os dois moravam sozinhos em uma casa em Botucatu e, agora, o jovem – que é um influencer conhecido nas redes sociais como JorgeDrew – ganhou uma reforma completa onde morava.

-Publicidade-

Ao G1, ele admitiu que está vivendo um verdadeiro recomeço com a novidade – e que, agora que mora em uma casa praticamente nova, não consegue acreditar como cresceu morando em situações tão precárias ao lado da mãe.

“Eu entrei em negação quando vi todas aquelas pessoas em frente e quando abri a porta da casa. Não estava acreditando no que estava acontecendo, mas eu me lembrei da minha mãe e falaram para eu entrar com o pé direito”, diz ele, sobre o dia em que recebeu a casa nova, um mês após a partida da mãe.

Voluntários reformaram a casa de Jorge
Voluntários reformaram a casa de Jorge (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal/ G1)

E ainda completa, “Era tudo bagunçado na casa, um eterno fingir costume com a precariedade, com as promessas vazias de reformas. Eu vivia um desânimo total por conta do luto que me foi imposto. Afinal, o luto você não escolhe, ele só vem. No momento em que me contaram o que foi feito, que eu entrei na casa toda mobiliada, que eu vi a parede toda rosa, a revolta e a raiva que eu senti com a morte da minha mãe foram embora. Ali, eu conheci um recomeço”.

Jorge ainda garante que a chegada de uma nova casa é também conquista de Ana Lúcia. Isso porque, segundo ele, os dois sempre foram muito parceiros e se apoiaram até o fim da vida da mãe.

Jorge e a mãe, Ana Lúcia
Jorge e a mãe, Ana Lúcia (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal/ G1)

“A casa agora reflete meu ‘novo eu’. Meus dois lares foram reformados: minha casa e meu coração. Eu sempre vou sentir falta da minha mãe, nós éramos cúmplices, eu fazia tudo por ela e ela por mim. Essa conquista é nossa”. A reforma da residência foi feita por voluntários que tiveram contato com a história de Jorge, por meio de um movimento organizado por  José Alexandre da Silva Leal.

“Eu conheci a realidade dele quando fui até a casa dele, tentei ampará-lo também depois da morte da mãe, porque ele ficou sozinho. Daí, pensei em elaborar essa reforma com a pintura e setorização. Mas as pessoas foram abraçando o projeto e a obra tomou uma grande proporção”, contou José. Muito merecido!