Jovem salva amiga de ataque de crocodilo dando soco no animal: “Ela tem sorte de estar viva”

Amelie Osborn Smith, de 18 anos de idade, estava praticando rafting no Rio Zambeze, próximo às Cataratas Vitória, no sul da África. Por lá, ela se surpreendeu com o ataque de um crocodilo e quase perdeu a vida

Resumo da Notícia

  • Amelie Osborn Smith, de 18 anos de idade, estava praticando no Rio Zambeze, próximo às Cataratas Vitória, no sul da África, quando subitamente foi atacada por um crocodilo
  • O amigo de Amelie que a estava acompanhando no passeio não pensou duas vezes antes de, literalmente, socar o crocodilo para salvar a vida da amiga
  • Ao The Sun, testemunhas da cena contaram os momentos de horror até que Amelie fosse salva

Amelie Osborn Smith, de 18 anos de idade, estava praticando rafting no Rio Zambeze, próximo às Cataratas Vitória, no sul da África – quando foi subitamente atacada por um crocodilo. A cena foi aterrorizante, e testemunhas contaram as cenas de horror que presenciaram até que Amelie fosse salva.

-Publicidade-

Ainda de acordo com elas – que narraram o caso ao portal The Sun – o amigo de Amelie foi o responsável por salvar a vida da amiga. Isso porque, na hora em que viu a amiga ser atacada por um crocodilo de 3 metros de altura, o jovem não pensou duas vezes para pular no rio e ficar cara a cara com o animal, dando socos nele até que soltasse Amelie.

Amelie Osbron Smith, de 18 anos de idade
Amelie Osbron Smith, de 18 anos de idade (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

“Quando ela foi puxada para água, os outros entraram para ajudar. Havia sangue e pessoas se debatendo por toda parte. Ela tem sorte em estar viva”, descreveram testemunhas. O pai de Amelie, desta vez para o portal Daily Mail, também se pronunciou sobre o ocorrido.

“O quadro dela ainda é muito ruim na Zâmbia e estamos fazendo o nosso melhor para tentar trazê-la de volta ao Reino Unido para receber cuidados adequados, mas obviamente com uma mordida de crocodilo há um grande risco de infecção e ela tem uma perna gravemente ferida. É uma situação bastante angustiante”, comentou.