Jovem usa WhatsApp para denunciar pai de estupro e homem é preso

O caso aconteceu em Nova Venécia no Espírito Santo, segundo a jovem o pai abusava dela desde os 10 anos

Resumo da Notícia

  • Um pai foi preso na última terça-feira
  • A filha denunciou o homem por estupro
  • A jovem utilizou o WhatsApp para fazer a denúncia

Um homem de 46 anos foi preso na última terça-feira por estuprar a filha de 28 anos. A jovem utilizou o WhatsApp da Delegacia Regional de Nova Venécia, no Espírito Santo, para denunciar o caso de abuso, segundo ela o pai a estuprava desde os 10 anos de idade.

-Publicidade-

Ao pedir socorro a jovem disse que o agricultor ameaçava ela de morte se ela revelasse os abusos. Segundo a Polícia Civil, uma equipe foi até a casa da família e prendeu o suspeito, que confessou o crime. A jovem morava com o irmão de 15 anos e o pai, segundo o delegado Douglas Sperandio o canal que a jovem utilizou para fazer a denúncia foi criado recentemente.

“Criamos o WhatsApp institucional com o objetivo de facilitar o contato com outras instituições, enviar intimações e atividades do tipo. Nesta terça-feira (29), quando um dos policiais foi verificar o aplicativo, notou que havia mensagens de um número desconhecido pedindo socorro. Imediatamente, acionamos a equipe e fomos até o local”, disse o delegado regional

O homem foi preso por estuprar a filha
O homem foi preso por estuprar a filha (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Durante depoimento dado à polícia, a vítima contou que o pai nunca realizou o registro civil dela, a impedia de estudar e de ter amigos, mantendo-a isolada. “A violência começou quando ela tinha 10 anos, e ela era ameaçada de morte, caso contasse a alguém sobre os abusos. Como eles sempre moraram em lugares muito ermos, ela nunca conseguiu falar com um vizinho que fosse e tinha medo de procurar ajuda e ser realmente morta pelo pai. No trajeto até a delegacia, a moça só chorava e agradecia, afirmando que foi salva pela Polícia”, acrescentou o delegado.

A jovem contou que o último estupro tinha ocorrido na noite anterior e entregou uma peça de roupa com resquícios de material biológico. A roupa foi apreendida e encaminhada para perícia. O suspeito, foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável, estupro e dano emocional à jovem, na modalidade continuada, na forma da Lei Maria da Penha. O homem foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte e, posteriormente, será transferido para o presídio de Xuri, em Vila Velha, onde aguardará julgamento da Justiça.