Kim Kardashian recebe críticas após explicar por que North West levantou placa de ‘pare’ em desfile

As duas foram vistas juntas na primeira fila para assistir aos desfiles da Semana de Moda de Paris e a atitude de North West chamou muita atenção

Resumo da Notícia

  • Kim Kardashian explicou o motivo da filha levantar uma placa de 'pare' durante um evento
  • A influenciadora estava com North West em um desfile da Semana de Moda de Paris quando o caso aconteceu
  • Apesar da explicação, Kim foi duramente criticada nas redes sociais

Na última quinta-feira, 7 de julho, Kim Kardashian compartilhou um vídeo em que ela aparece ao lado da filha, North West, durante a Semana de Moda de Paris. Nele, a menina está segurando um cartaz em que é possível ler a palavra “stop”, ou seja, “pare”.

-Publicidade-

Para explicar o motivo do comportamento da filha, Kim Kardashian publicou o vídeo com uma legenda contando o motivo do cartaz: “Quem conhece a North sabe quão engraçado ela acha esse vídeo! Ela ficou de saco cheio das pessoas tirando fotos dela, então ela escreveu no convite dela ‘PARE’, segurou e queria que todos se concentrassem apenas no desfile”.

North West já deixou muito claro que não gosta de ser fotografa quando vai a eventos com a mãe
North West já deixou muito claro que não gosta de ser fotografa quando vai a eventos com a mãe (Foto: Reprodução Twitter @kimkardashian)

Apesar da explicação e de contar que as duas estavam lidando com a situação com humor, muitas pessoas não gostaram da resposta de Kim Kardashian e a criticaram: “Se você sabe que ela não gosta de ser fotografada, por que você leva ela para a primeira fila de um desfile?”. “Se ela odeia estar sob os holofotes, por que leva ela? Ela vai ser outra celebridade que fica reclamando dos privilégios que tem”.

Kim Kardashian e Kanye West fecham acordo sobre custódia dos filhos após divórcio

Kim Kardashian e Kanye West chegaram a um acordo a respeito da custódia dos filhos após se divorciarem oficialmente. Os dois são pais de quatro crianças: North, de 8 anos, Saint, de 5, Chicago, de 4, e Psalm, que tem 2 anos. O jornal norte-americano TMZ deu detalhes sobre o acordo que os dois fecharam.

Segundo o portal, as crianças ficaram com a empresária e modelo, mas o rapper poderá visitá-las e passear com elas quando quiser. O motivo para essa decisão, ainda de acordo com o jornal, foi o fato de que Kayne viaja mais do que Kim, devido à rotina de shows e turnês.

O site diz ainda que Kim e Kanye já estão fazendo isso de maneira informal, com o artista visitando os filhos sempre que pode, e sem precisar marcar as visitas.

O rapper chegou a ser contra a separação no começo e criticou o novo namorado de Kim, o ator Pete Davidson. Apesar disso, o direito legal de se divorciar de Kayne foi concedido à Kim nesta quarta-feira, 2 de março.  O rapper não participou da audiência virtual, na qual a empresária estava. Eles se casaram em 2014 e a separação aconteceu cerca de um ano atrás.