Ladrão devolve 1.710 doses de vacina da covid-19 que havia roubado e deixa carta pedindo desculpa

O caso aconteceu na Índia e ainda não se sabe se os imunizantes poderão ser utilizados

Resumo da Notícia

  • Ladrão devolve 1.710 doses de vacina da covid-19 que havia roubado
  • Junto com as doses, ele mandou um bilhete pedindo desculpa
  • Na carta, ele conta que não sabia que havia roubado vacinas contra o coronavírus
  • O caso aconteceu na Índia

Um ladrão surpreendeu as autoridades indianas ao devolver  1.710 doses de vacina contra a covid-19 que ele havia furtado do Hospital Civil de Jind, na Índia, na última quarta-feira, 21 de abril. O assaltante, que ainda não foi identificado, deixou junto com as vacinas um bilhete pedindo desculpas pela ação, conforme informado pelo noticiário local.

-Publicidade-
Ladrão devolve 1.710 doses de vacina da covid-19 que havia roubado e pede desculpas em bilhete (Foto: reprodução india.com)

“Desculpa, não sabia que este pacote continha vacina contra o coronavírus”, escreveu ele na mensagem enviada junto com as vacinas de volta para o hospital. O pacote foi deixado na barraca de um vendedor de ervas para chá que fica perto de uma delegacia, na última quinta-feira, 22 de abril. Os policiais foram chamados até o local e lá identificaram que se tratava da carga de vacinas que haviam sido roubadas na noite anterior.

Ainda não se sabe se as vacinas poderão ser utilizadas, já que não há informação sobre onde elas foram mantidas no período em que ficaram fora do hospital. Especialistas estão trabalhando para averiguar essa possibilidade.

A Índia está passando por uma grande onda de transmissão de covid-19 e bateu recentemente um recorde mundial ao registrar 330 mil casos em 24 horas. O país também está enfrentando a falta de recursos para internação de pacientes, como cilindros de oxigênio.