Larissa Manoela abre o coração sobre perda da avó e faz alerta sobre câncer de mama

A atriz compartilhou foto sem blusa nas redes sociais para homenagear todas as mulheres que batalham contra o câncer de mama e conscientizou seguidores sobre a campanha ‘Outubro Rosa’

Resumo da Notícia

  • Larissa Manoela fez desabafo sobre a perda da avó por causa do câncer de mama e comentou sobre o histórico da doença na família
  • A atriz posou sem blusa no Instagram para conscientizar os seguidores sobre a campanha 'Outubro Rosa'
  • Ela disse que faz exames constantemente e cuida muito bem da própria saúde

Larissa Manoela fez desabafo nas redes sociais sobre o câncer de mama na última segunda-feira, 19 de outubro. Segundo a revista Quem, a atriz conscientizou os seguidores sobre a campanha ‘Outubro Rosa’ e abriu o coração sobre a perda da avó para a doença e contou o histórico familiar referente a ela.

-Publicidade-

Larissa acalmou os seguidores dizendo que mantém uma rotina saudável e informou que faz exames com frequência. “Vamos conversar sobre um assunto sério? Ano após ano, durante todo o mês de outubro, a gente vê, lê e ouve notícias sobre câncer de mama. O tal ‘Outubro Rosa‘ é muito mais do que uma campanha. É um alerta para que, em especial as mulheres, se cuidem e se conheçam, além de oferecer o máximo de informações sobre a doença”, disse.

A atriz abriu o coração sobre o câncer de mama (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Vocês sabiam que se uma mulher for fumante e não tiver hábitos saudáveis como prática de atividade física e alimentação sem exageros, aumentam e muito as suas chances de ter câncer de mama? Depois do câncer de pele, o que mais afeta as mulheres no mundo todo é o de mama. Não se pode preveni-la 100%, mas é possível descobrir a doença ainda no comecinho. E quando isso acontece, a possibilidade de cura é bem maior”, continuou a famosa.

-Publicidade-

Ela ainda concluiu: “Gente, é tão simples ter esse diagnóstico precoce, basta ir ao médico de forma regular e preventiva e fazer o autoexame. Mulheres, amem seus corpos! Por que falar disso aqui? E por que fazer isso hoje? Hoje, dia 19 de outubro, é o Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama. Doença que levou embora a minha avó materna e que já deixou minha mãe, Silvana, com todos os sinais de alerta ligados algumas vezes. Com esse meu histórico familiar e todas as informações que felizmente estão ao nosso alcance, eu nunca deixo de fazer meus exames, de observar as mudanças do meu corpo e de manter (ou pelo menos tentar) um ritmo de vida que me dê qualidade de vida quando eu estiver longe dos 20 e poucos anos”.

-Publicidade-