Lei que proíbe o uso de animais em testes de cosméticos é aprovada no México

México se tornou o primeiro país da América do Norte que aprovou a lei que proíbe o uso de animais em testes de cosméticos

Resumo da Notícia

  • México aprova lei que proíbe o uso de animais em testes de cosméticos
  • Grupos acreditam que a aprovação teve influência na animação "Salve O Ralph"
  • Alguns estados do Brasil já possui a aprovação da lei

Um passo extraordinário para os animais! Na última semana, México se tornou o primeiro país da América do Norte, para aprovar a reforma da Lei Geral de Saúde, que proíbe o uso de animais em testes de cosméticos. 103 senadores participaram da votação e todos foram a favor da mudança.

-Publicidade-
Animação “Salve O Ralph”, coelho que mostra sua rotina como cobaia em um laboratório de testes de cosméticos (Foto: Reprodução / Instagram / @hsiglobal)

“Estamos entusiasmados em ver o México se tornar o primeiro país da América do Norte a proibir os testes de cosméticos em animais. Parabenizamos o senador Ricardo Monreal, principal patrocinador do projeto de lei, e todos os congressistas que votaram pelo fim desses testes”, afirmou Antón Aguilar, diretor executivo da Humane Society Internacional (HSI) do México. “Agradecemos ao governo mexicano por mostrar liderança nesta importante questão e continuaremos a trabalhar em parceria para implementar mudanças e garantir o cumprimento da proibição” continuou.

A reforma da lei, não implica somente na proibição do uso de animais vivos, mas também na produção de artigos com o uso de animais, podendo, até mesmo, ser barrado pelas autoridades. Além do mais, estabelecimentos que comercializam tais artigos, também poderão ser fechados no país.

Algumas pessoas acreditam que a animação “Salve O Ralph” da Humane Society International, teve grande influencia para a aprovação do projeto de lei. O filme trata-se da história do coelho Ralph, que realiza uma entrevista para um documentário, e mostra uma rotina cruel como cobaia em um laboratório de testes. Tal produção, viralizou mundialmente e teve mais de 800 milhões de visualizações em diversas plataformas digitais. Motivando, também, inúmeras petições em todo o mundo contra o uso de animais em testes químicos.

No Brasil, o uso de animais em testes como esses, são proibidos alguns estados. Amazonas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo, fazem parte desta lista. Já nos Estados Unidos, são sete estados e três estão em processo de avaliação para aprovar o projeto de lei, segundo o HSI.