Leite materno pode ser fraco?

Convidamos o Dr. Moises Chencinski para falar tudo sobre o assunto!

Existe leite fraco? (Foto: Shutterstock)

Durante os dias 1 e 7 de agosto, está acontecendo a Semana Mundial de Aleitamento Materno, cujo tema é “empoderar mães e pais, facilitar a amamentação hoje e para o futuro”.

A Pais&Filhos não poderia ficar de fora e, nessa terça-feira, 6 de agosto, nós convidamos o Dr. Moises Chencinski, pai de Renato e Danilo, pediatra, presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo, criador do movimento #EuApoioLeiteMaterno, para participar de mais uma live no nosso Facebook.

Com o tema “Não existe leite fraco!”, o Dr. Moises ressaltou: “Não existe leite fraco. Imagine um alimento que faz com que o bebê triplique de peso em um ano e ganhe 50% da sua estatura de nascimento em um ano. Esse alimento não pode ser fraco”.

Além disso, o Dr. Moises falou sobre a importância de amamentar nas primeiras semanas. “Existe sempre a recomendação de aleitamento materno desde a sala de parto, exclusivo e livre demanda até o 6º mês, complementado a partir daí até 2 anos ou mais com uma alimentação saudável”, explicou e ressaltou a importância do colostro. “Muito rico em anticorpos, é a primeira vacina do bebê”.

Ele também aproveitou para tirar todas as dúvidas ao vivo dos espectadores. Para conferir, é só clicar no vídeo abaixo:

Leia também:

Semana Mundial do Aleitamento Materno: como faz para doar leite materno?

Semana Mundial do Aleitamento Materno: tire suas dúvidas sobre amamentação em público

Semana Mundial de Aleitamento Materno: mitos e verdades sobre amamentação