Lembra deles? Veja como estão os trigêmeos que viraram protagonista em ‘Bebês Geniais’

Em 1999, um filme da Sessão da Tarde encantou o Brasil ao mostrar um grupo de bebês que, para os adultos, falavam coisas sem sentido. Porém, ‘Bebês Geniais’ mostrava que, na verdade, eles eram gênios que passavam despercebidos pelos mais velhos

Resumo da Notícia

  • Em 1999, um filme da Sessão da Tarde encantou o Brasil ao mostrar um grupo de bebês que, para os adultos, falavam coisas sem sentido
  • Porém, 'Bebês Geniais' mostrava que, na verdade, eles eram gênios que passavam despercebidos pelos mais velhos
  • Um dos protagonistas, Sly, de apenas 5 anos, era interpretado por não um, mas três atores mirins!

Em 1999, um filme da Sessão da Tarde encantou o Brasil ao mostrar um grupo de bebês que, para os adultos, falavam coisas sem sentido. Porém, ‘Bebês Geniais‘ mostrava que, na verdade, eles eram gênios que passavam despercebidos pelos mais velhos.

-Publicidade-

Um dos protagonistas, Sly, de apenas 5 anos, era interpretado por não um, mas três atores mirins! Os trigêmeos Gerry Fitzgerald, Leo Fitzgerald e Myles Fitzgerald, que se revezavam para aguentar a rotina puxada das filmagens. Cinco anos depois, em 2004, eles voltaram para uma sequência, Bebês Geniais 2: Super Bebês, no papel de outro personagem, Kahuna que, assim como o filme, não teve tanto sucesso como o anterior.

(Foto: Reprodução/ Instagram)

Hoje, 22 anos depois, eles mantêm vidas longe dos holofotes. Myles é ainda mais discreto e abre suas redes sociais apenas para amigos, mas pode ser visto nos perfis dos outros dois irmãos que, juntos, contam com pouco mais de 11 mil seguidores. Gerry e Leo, inclusive, compartilham o amor pelo hóquei e por suas respectivas namoradas, mas sempre com certa discrição.

Quanto à carreira de ator, Gerry e Leo não voltaram mais a atuar desde Bebês Geniais 2: Super Bebês. Já Myles abriu uma exceção e em 2013 atuou no curta-metragem Millennials.