Lorena Carvalho abre o jogo ao falar sobre sintomas no sexto mês de gravidez com Lucas Lucco

A influencer contou como tem sido essa nova fase da gestação do primeiro filho, que se chamará Lucas, fruto da relação com Lucas Lucco

Resumo da Notícia

  • Lorena Carvalho, que está no sexto mês de gravidez, usou o Instagram para falar sobre os sintomas desse período
  • Ela espera primeiro filho, que se chamará Lucas, fruto da relação com Lucas Lucco
  • Confira o relato abaixo

Nesta segunda-feira, 07 de novembro, Lorena Carvalho, que está no sexto mês de gravidez, usou o Instagram para falar sobre os sintomas desse período. A influencer contou como tem sido essa nova fase da gestação do primeiro filho, que se chamará Lucas, fruto da relação com Lucas Lucco.

-Publicidade-
(Foto: Reprodução / Instagram / @lorenacarvalhod)

Lorena disse que uma das principais mudanças está ocorrendo é no apetite. “Meu apetite aumentou demais. Muita fome! Tem dias que acordo com o bebê se remexendo como se pedisse para eu r comer alguma coisa”, contou ela, com 26 semanas.

Apesar de estar sentindo muita fome, a influencer contou que os enjoos diminuíram após o terceiro mês. “Tive muito enjoo até completar três meses Tinha duas que nada parava no meu estômago. Mas passou. Praticamente não tenho mais”, disse.

-Publicidade-

Lorena ainda deu uma dica para os internautas ao falar sobre a sensação de bexiga sempre cheia à noite. “Eu ainda não comecei a acordar no meio da noite para ir ao banheiro. Mas também evito tomar muita água antes de dormir. Agora de dia é aquela coisa, né? Minha bexiga não aguenta dois copos de água”, contou.

Enxoval do bebê

A mãe de primeira viagem admitiu que está tranquila em relação ao enxoval do bebê e ao quarto do menino, que se chamará Lucas. Ela conta que só agora começou a fazer a lista das roupas que vai precisar comprar. “Atrasada! Agora que vamos montar o quartinho. Ainda estou fazendo a lista das roupinhas”, disse.

Ela ainda contou que o enxoval deve vai ser básico. “Resolvi fazer o básico. O resto vou complementando conforme as necessidades do bebê. Não sei nem o tamanho que vai ser o bebê. Depois compro muita coisa e perco muita coisa. Prefiro ir aos poucos e não ficar com muita coisa armazenada em casa sem usar”, explicou.