Luta contra coronavírus: número de mortos na Itália chega a 3,4 mil e ultrapassa a China

O país bateu recorde de falecimentos entre terça e quarta, registrando 473 vítimas. Em Bérgamo, cidade localizada no centro do surto, o exército precisou intervir para retirar os corpos

Resumo da Notícia

  • Número de mortes registradas na Itália supera o número registrados pela China
  • Até o momento, 3.405 italianos foram vítimas da doença
  • Ontem a Itália bateu recorde de números de morte por dia, registrando 473 casos
  • Com funerárias lotadas, o exército italiano se mobiliza para ajudar a retirada dos corpos
Exército retira corpos na Itália (Foto: reprodução G1)

O número de mortes causadas pelo coronavírus na Itália ultrapassou o número registrado na China nesta quinta (19 de março). Entre quarta e quinta o país registrou 427 mortes pelo covid-19, chegando a um total de 3.405 mortes. Na China, até o momento, foram registradas 3.245.

-Publicidade-

Apesar do grande número de falecimentos pelo novo coronavírus registrado no último balanço na Itália, a quantidade não foi a maior registrada pelo país até o momento. De terça (17 de março) para quarta, 475 pessoas foram vítimas da doença. A Itália conta, no total, com 41.035 infectados pelo covid-19, um aumento de 14,9% em apenas um dia.

A fim de evitar novos casos, o governo italiano impôs restrições de circulação em todo o país. Os habitantes não devem sair de casa, a não ser por casos de extrema necessidade. Na maioria dos casos, os italianos precisam levar uma declaração escrita à mão, explicitando os motivos da saída, para apresentar às autoridades em caso de abordagem.

-Publicidade-

Devido ao grande número de mortes, em algumas cidades os serviços de funerária estão sobrecarregados e não conseguem atender todas as demandas. Em casos extremos, como o de uma cidade no norte da Itália, que está no centro do surto do coronavírus, o exército precisou intervir e retirar os corpos.

Segundo um porta-voz do exército, 15 caminhões e 50 soldados foram mobilizados para transferir corpos para as províncias vizinhas. Mais cedo, as autoridades de Bérgamo  haviam pedido ajuda com cremações por causa da sobrecarga em seu crematório.

Coronavírus: como prevenir sua família

Os coronavírus são uma família de vírus conhecida há mais de 50 anos. Tem este nome porque parece uma coroa, se visto no microscópio. Algumas cepas infectam seres humanos, outras infectam somente animais. O novo vírus (2019-nCoV) provavelmente é uma mutação que não atingia humanos e, nos últimos meses, passou de um animal para uma pessoa em um mercado de frutos do mar e animais vivos na cidade de Wuhan, na China. Para se prevenir, a recomendação do Ministério da Saúde é a mesma feita para a prevenção de infecções respiratórias agudas. São elas:

  • evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • lavar as mãos com frequência, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • manter os ambientes bem ventilados;
  • evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-