Macaco é procurado pela polícia após atacar dez pessoas e invadir casas

As autoridades do Japão estão preocupadas com constantes ataques de um macaco conhecido como Símio. Além dele, pessoas da província estão sendo atacadas por javalis

Resumo da Notícia

  • As autoridades do Japão estão preocupadas com os ataques
  • O macaco Símio já atacou ao menos, 10 pessoas
  • Além dele, as pessoas estão sendo atacadas por javalis

O macaco símio está colocando as pessoas em alerta e até mesmo a polícia do Japão está procurando o animal silvestre. O macaco selvagem está sendo acusado de atacar 10 pessoas nos últimos 11 dias. Além dos ataques, ele também invadiu casas e feriu um bebê de forma grave.

-Publicidade-

Os ataques provocados pelo animal começaram no dia 8 de julho, no sudoeste do Japão, provinciana de Ogori. No entanto, a maior gravidade em todos os ataques, foi quando o macaco, chamado Símio, invadiu uma casa e atacou uma criança. A mãe do menor acreditava que o macaco faria um sequestro.

Bebê de 1 mês morre após ser sequestrado por grupo de macacos
O macaco atacou pelo menos, 10 pessoas em 11 dias (Foto: Reprodução/Getty Images)

A mulher deu entrevista para a imprensa local, e segundo o jornal Guardian, ela disse: “Eu estava aspirando o chão quando ouvi meu filho chorar, então me virei e vi que o macaco o agarrou pelas pernas enquanto ele brincava. Parecia que estava tentando arrastá-lo para fora”.

No entanto, não foi somente uma criança que ele atacou. Em um final de semana, o macaco arranhou a perna de uma menina de 4 anos. E o mesmo, invadiu uma escola e tentou atacar outras 2 crianças. Fora o ataque do macaco, a região japonesa acredita que ursos e grupos de javalis também estão fazendo ataques, inclusive, dois navais foram mortos depois se machucarem 6 pessoas em Hiroshima. Os agentes da região estão em observação sobre esses ataques contínuos.