Madrinha ameaça se opor ao casamento caso noiva não permita que ela amamente no altar

Uma mulher prestes a se casar pediu alguns conselhos online depois que a irmã disse que carregaria o próprio bebê pelo corredor e o seguraria no altar

Resumo da Notícia

  • O casamento de uma noiva teve data próxima ao nascimento de sobrinho
  • A irmã da noiva, que será a madrinha do casamento, exige que ela possa entrar com o filho e amamentá-lo no altar de necessário
  • A noiva desabafou em redes sociais e teve posicionamento defendido por internautas

O dia do casamento se aproxima, assim como o nascimento do sobrinho da noiva. Ao convidar a irmã para ser madrinha do casamento, a noiva ficou surpresa com a resposta de que ela só participaria se estivesse carregando o bebê e se pudesse amamentá-lo no altar se precisasse.

-Publicidade-
Noiva se decepciona com ameaça de irmã em recusar o convite para ser madrinha de casamento (Foto: Reprodução/ Getty Images)

Certamente a noiva esperava que o recém-nascido estivesse presente no grande dia, mas também esperava que sua irmã optasse por deixar o marido segurar o bebê enquanto participasse da cerimônia.

A noiva está preocupada com a situação que possivelmente pode distrair os convidados. Para saber outras opiniões, a noiva fez uma postagem no site Am I the A**hole? Em desabafo, a noiva diz: “Eu disse que ela deveria se sentir bem-vinda para ter o novo bebê com ela durante o dia enquanto nos preparamos, mas quando se trata de andar pelo corredor, eu não gostaria que ela segurasse o bebê”.

Em sua publicação, a noiva explica a situação e diz que os comentários de sua irmã a deixam magoada: “ela me disse, brincando, que me chamaria de ‘tia ruim’ no discurso de casamento, ou ela vai fazer os outros filhos ‘protestarem’ no meio do meu casamento. Acho que ela está tentando ser engraçada, mas todos esses comentários são frustrantes e magoam meus sentimentos” conclui.

Centenas de pessoas responderam a publicação e muitos ficaram ao lado da noiva. Um internauta  respondeu: “Você provavelmente deveria removê-la da festa de casamento, se não de todo o casamento”. Outro disse: “Dadas as ameaças dela sobre o discurso e objeções ao casamento, eu a desautorizaria de tudo. Ela e os filhos podem ficar em casa”. Uma outra pessoa escreveu: “Ela quer 100% que este evento seja todo sobre ela e o bebê”.