Mãe adota bebê com doença rara que foi abandonada na porta de sua casa

Dona Iranete encontrou Pérola quando a menina tinha 2 meses de vida. Desde essa época, a menina vive no hospital para receber tratamento adequado para a doença

Resumo da Notícia

  • Pérola  foi deixada com vários ferimentos na porta de casa de Dona  Iranete quando tinha 2 meses de vida
  • A menina recebeu o diagnóstico de AME (Atrofia Muscular Espinhal), doença sem cura e normalmente fatal
  • A babá de 59 anos vive no Rio de Janeiro e já é mãe de outros 3 filhos, além de ser avó de 8

Pérola não nasceu do ventre de dona Iranete, mas com certeza ocupa um lugar muito mais especial hoje. A menina foi deixada com vários ferimentos na porta de casa da babá quando tinha 2 meses de vida e levada até o hospital, onde recebeu o diagnóstico de AME (Atrofia Muscular Espinhal), doença sem cura e normalmente fatal. Mesmo com o prognóstico negativo, Iranete adotou a criança e hoje se dedica inteiramente aos cuidados com a filha.

-Publicidade-
Pérola tem 4 anos (Foto: Reprodução / Razões Para Acreditar)

A babá de 59 anos vive no Rio de Janeiro e já é mãe de outros 3 filhos, além de ser avó de 8. Desde que viu a bebê pela primeira vez, não a deixou mais. Hoje, Pérola já tem 4 anos e vive desde os 6 meses no hospital, onde recebe o tratamento adequado para a doença. A mãe passa todo os dias ao lado da filha, tendo largado o emprego para ajudar as enfermeiras com a menina.

Sem tratamento, a doença costuma ser fatal

A menina está internada desde os 6 meses de vida (Foto: Reprodução / Razões Para Acreditar)

A AME é uma doença genética neurodegenerativa que causa a degeneração de neurônios motores localizados na medula espinhal. Os portadores da condição perdem a capacidade de se mover, engolir, respirar ou de fazer qualquer gesto voluntário no corpo. A maior parte das crianças portadoras não chegam aos 2 anos de idade sem o tratamento.

-Publicidade-

A família está arrecadando doações para pagar os gastos com Pérola e reformar a casa de Iranete, atualmente paga por um dos netos. O objetivo é conseguir montar uma estrutura semelhante ao do hospital, para que assim a criança possa sair do quarto de UTI onde fica há mais de três anos.

App Pais&Filhos

Tem novidade na área: o novo aplicativo Pais&Filhos Interativo! Agora você pode ler conteúdos exclusivos, feitos com muito carinho pela equipe da redação da Pais&Filhos com toda a credibilidade, comprometimento e bom humor de sempre, e ainda testar seus conhecimentos sobre os principais assuntos do universo da parentalidade.

Já que ninguém cria filho sozinho, a Pais&Filhos se enxerga como parte da sua rede de apoio e para isso, disponibilizamos no aplicativo informações de qualidade sobre todas as fases da vida da criança, seja você pai ou mãe, grávida, ou até mesmo se você ainda for tentante.

Além disso, a plataforma ainda oferece quizz de perguntas e respostas para você testar seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos deste universo. Ao fazer o teste, você acumula pontos, e de quebra pode trocar por prêmios.

O Pais&Filhos interativo está disponível para iOS e Android, basta acessar a PlayStore ou a Apple Store direto do seu celular, baixar e fazer seu cadastro.

-Publicidade-