Mãe bebe a própria urina para conseguir amamentar os filhos após naufrágio

Essa é apenas uma parte da trágica história de Mariely Chacon com os filhos José David e Maria Beatriz, após o barco da família virar no meio do Oceano Atlântico

Resumo da Notícia

  • Mariely Chacon tomou uma drástica decisão para que os filhos não morressem de fome
  • Após o barco da família virar no meio do Oceano Atlântico, a mãe não pensou duas vezes para tomar a própria urina para amamentar José David e Maria Beatriz
  • A família era da Venezuela, e as crianças foram resgatadas com vida

Mariely Chacon, aos 40 anos de idade, teve uma atitude emocionante para salvar a vida dos filhos José David e Maria Beatriz. Após o barco da família virar, a mãe e os três filhos tiveram de se virar para sobreviver e, para isso, Mariely decidiu beber a própria urina para ter energia e conseguir amamentar as crianças de 2 e 6 anos.

-Publicidade-
Mariely não pensou duas vezes para salvar a vida dos filhos
Mariely não pensou duas vezes para salvar a vida dos filhos (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Autoridades encontraram as crianças com vida 3 dias depois da tragédia, contudo, a mãe não resistiu. José e Maria estavam segurando o corpo sem vida de Mariely quando foram resgatadas por policias e levadas com urgência para o hospital. Além dos três, a babá da família também foi encontrada flutuando sobre os restos da embarcação. O pai das crianças segue desaparecido, junto com o resto da tripulação.

A família foi encontrada flutuando nos restos do barco
A família foi encontrada flutuando nos restos do barco (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

O barco estava com 9 pessoas a bordo quando saiu de Higuerote, na Venezuela, em direção a ilha Caribenha desabitada de La Tortuga. A mãe das crianças morreu de desidratação e falta de eletrólitos no próprio corpo depois de passar tantos dias ingerindo apenas a própria urina. Ela sofreu de uma falência múltipla de órgãos.

O pai das crianças segue desaparecido
O pai das crianças segue desaparecido (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Segundo informações do pai de Mariely, Humberto Chacón, ao jornal La República, o evento era simplesmente uma “uma viagem em família para entreter as crianças”. A mãe morreu horas antes da chegada do resgate. As crianças estão sendo cuidadas e não correm risco de morte.