Mãe chinesa se desespera após ordem para ficar longe do filho de 4 meses por causa da Covid-19

Enquanto diversos países estão flexibilizando mais e mais os protocolos de prevenção da Covid-19, a China está adotando uma nova quarentena em Xangai para proteger os cidadãos da doença

Resumo da Notícia

  • Uma mãe chinesa se desesperou após separarem ela do filho
  • A cidade de Xangai, na China, está adotando uma nova quarentena para quem testar positivo
  • A mulher disse que o filho tem apenas 4 meses e é muito novo para ficar sozinho

Enquanto diversos países estão flexibilizando mais e mais os protocolos de prevenção da Covid-19, a China está adotando uma nova quarentena em Xangai para proteger os cidadãos da doença. Mais de 25 milhõe sde habitantes estão presos dentro de casa.

-Publicidade-

Para sair de casa, as pessoas precisam de uma licença especial e as testagens ocorrem o todo tempo. Quem está positivo é levado para centros de quarentena. Até pouco tempo, até mesmo crianças pequenas ou recém-nascidas eram separadas dos pais.

Xangai está adotando uma nova quarentena para casos positivos de Covid-19
Xangai está adotando uma nova quarentena para casos positivos de Covid-19 (Foto: Getty Images)

Um vídeo mostra uma mãe desesperada por que afastaram ela do filho de apenas 4 meses, por causa do resultado positivo. Nas imagens a mulher aparece chorando e dizendo que o bebê é muito novo para ficar sozinho, e diz que eles estão se recuperando da Covid, e que não precisa de tudo isso.

Segundo a matéria do Fantástico que entrevistou uma brasileira que mora lá, a vigilância também é intensa e as ordens chegam por drones, por megafone ou por um cachorro robô. Raissa contou como uma chinesa foi censurada ao ser filmada reclamando do governo.

“No condomínio de uma conhecida minha, a chinesa estava gritando alguma coisa, extravasando, e chegou um drone da polícia com alto-falante, falando pra ela se calar, para entrar dentro de casa. Se não, ia entrar uma multa. A pessoa acata e obedece”, relatou.