Mãe de três compra presentes de segunda mão para economizar no Natal: “Eles não sabem a diferença”

Harriet Knock é mãe de três crianças pequenas que, segundo ela, não entendem a diferença entre presentes caros e baratos

Resumo da Notícia

  • O Natal de Harriet Knock foi super econômico
  • Ela conta que economizou centenas de libras com presentes de segunda mão
  • De acordo com ela, as crianças aprendem a valorizar o dinheiro

Escolher o presente de Natal do seu filho pode muitas vezes ser uma dor de cabeça, principalmente se o preço dos brinquedos estiver nas alturas. Pensando em economizar na celebração deste ano, a britânica de 24 anos, Harriet Knock, decidiu presentear os três filhos com produtos de segunda mão, bem como presentes feitos à mão.

-Publicidade-

De acordo com a mãe de Freddie, de quatro anos, Edward, de dois, e Daisie, de seis meses, as crianças não saberiam a diferença entre brinquedos mais caros e baratos, e por isso economizou centenas de libras produzindo os próprios presentes natalinos. “Eu diria que gastei menos de £ 300 incluindo a família, o que normalmente seria meu orçamento apenas para os presentes das crianças, com um limite de £ 100 por criança.”, confessou.

A britânica já está celebrando o clima de Natal "econômico" com os filhos
A britânica já está celebrando o clima de Natal “econômico” com os filhos (Fotos: Reprodução Maketheheadlines.co.uk)

Além disso, a influenciadora condenou a quantidade de brinquedos de plástico que vão para aterros sanitários a cada ano e disse que está ensinando a seus filhos o valor da gentileza, do tempo e do esforço em relação ao dinheiro. “Não deve haver vergonha em comprar coisas de segunda mão e conseguir uma pechincha, especialmente se você tem uma família com orçamento limitado”, afirmou ela durante entrevista exclusiva ao The Sun.

Harriet Knock disse ainda que consegue comprar presentes que são conhecidos pelo luxo por um preço mais em conta, como o fez com o vestido de Natal  da Vinted que deu à filha, comprador de segunda mão.

“O Natal pode ser tão emocionante com menos dinheiro, pois se trata de memórias, não de coisas. Eu entendo que isso fica mais difícil conforme as crianças envelhecem e tenho sorte de minhas crianças serem todas jovens e não necessariamente quererem muito ou saberem o valor das coisas!

“Além disso, isso não só economiza dinheiro, mas também ajuda a reduzir o desperdício. Se você envolver as crianças com presentes caseiros e dados por outras pessoas, vocês estarão criando memórias especiais juntos ao mesmo tempo. Também ajuda a ensinar-lhes o valor da gentileza, do tempo e do esforço em relação ao dinheiro!”, concluiu por fim.