Mãe dá à luz gêmeos com aniversários e signos diferentes após ouvir que não poderia ter filhos

Jess, de 31 anos, e Chris, de 34, sempre sonharam em ter filhos, mas enfrentaram desafios após descobrirem que tinham muita pouca chance de engravidar naturalmente

Resumo da Notícia

  • Jess e Chris ficaram surpresos após engravidarem de gêmeos após ouvirem que provavelmente não teriam filhos
  • O casal já tinha Ayda, de 2 anos, que nasceu após Fertilização In Vitro
  • A chegada dos gêmeos foi ainda mais milagrosa porque os meninos além de não compartilharem o mesmo aniversário não dividem o mesmo signo

Jess, de 31 anos, e Chris Chelin, de 34, ficaram chocados após engravidarem naturalmente de gêmeos. Os dois meninos nasceram pesando 2,92 kg. Mas Eric nasceu no dia 19 de janeiro às 23h 52 minutos e Albert 10 minutos depois, no dia 20 de janeiro, à meia-noite e 2 minutos. Esses poucos minutos de diferença foram o suficiente para fazer com que os bebês tivessem não só aniversários diferentes, como signos diferentes!

-Publicidade-

Antes dos meninos, o casal ficou tentando engravidar durante 3 anos e tentaram a Fertilização In Vitro (FIV) duas vezes, uma delas gerou o nascimento da filha mais velha do casal, Ayda, de 2 anos. Os ‘novos’ milagres nasceram em diferentes placentas, sendo gêmeos bivitelinos, tendo inclusive a cor do cabelo diferente um do outro.

Eric tem o cabelo castanho escuro, puxado da genética do pai, e é capricorniano. Já Albert herdou o cabelo loiro da família da mãe e é aquariano. Quando Jess segurou os meninos pela primeira vez ela ficou extasiada, segundo o The Sun. O casal se conheceu em 2007 e se casou em 2015, sempre com planos de começar uma família, mas eles descobriram que era muito pouco provável que eles conseguissem engravidar naturalmente.

-Publicidade-
Jess deu à luz gêmeos com aniversários e signos diferentes (Foto: Reprodução/ The Sun)

Aos 20 anos, a mãe ficou devastada ao ouvir que ela tinha os óvulos parecidos com os de uma mulher de 40 anos. Depois de 3 anos tentando o casal teve a primeira filha, Ayda, em setembro de 2018. E eles nunca imaginaram que teriam outro filho, muito menos gêmeos.

“Eu fiquei animada e extasiada ao descobrir que iria ser mãe de gêmeos. Eu não conseguia acreditar. Eu não acreditei até eles nascerem. Eu só sou tão grata”, contou Jess, que adicionou: “Eu me sinto tão sortuda, eles são nossos milagres”. “Foi incrível segurá-los pela primeira vez e saber a jornada que todos nós passamos como família”, explicou a mãe.

Ela também disse que a dupla sempre quis ter mais de um filho: “Sempre quisemos mais de um filho, mas quando tivemos Ayda, obviamente sabíamos que havia uma chance de ela ser filha única. Agora nós também temos os meninos e fico feliz em saber que eles vão crescer tendo um ao outro”. Jess ainda disse: “Quando nos perguntam a idade deles demora um pouco para explicar”.

A mulher engravidou de gêmeos após ouvir que não poderia engravidar naturalmente (Foto: Reprodução / The Sun)

Sobre a dificuldade de engravidar, o casal ficou tão frustrado ao ver os amigos e pessoas próximas engravidando que até consideraram se mudar do Reino Unido para a Austrália ou Canadá. Em 2017 eles tentaram o FIV pela primeira vez de graça pelo NHS, mas infelizmente não funcionou na primeira tentativa.

Então o casal teve que enfrentar a difícil decisão de continuar investindo em tratamentos, mas que lhes custariam milhares de reais. Por sorte, como os óvulos não tinham passado pelo ciclo completo, o casal ainda era elegível para o programa de Fertilização In Vitro gratuito, mas foram oferecidos um tratamento diferente, que injetava o espermatozóide diretamente dentro do óvulo.

O procedimento deu certo e eles deram boas-vindas à Ayda. “Eu tinha muito pouca esperança de ter o meu próprio filho. Eles disseram que era muito improvável e que o processo de Fertilização In Vitro também era muito difícil. Foi tão desmoralizante”, explicou Jess sobre as tentativas de engravidar.

Felizmente agora o casal terá que vender a antiga casa, que ficou muito pequena para a família de 5. O pai, Chris, disse que tem sido caótico e que eles terão que fazer muitos ajustes inesperados, mas que valeu a pena, pois eles têm sua ‘família perfeita’. “Estou exausto, mas nunca fui tão feliz”.