Mãe de aluna da Unicamp morta a facadas compartilha desabado emocionante: “Nada trará sua vida de volta”

Maria de Lourdes Roquetto, mãe de Mayara Roquetto Valentim, publicou um forte desabafo nas redes sociais em relação ao assassinato da filha. A jovem foi morta a facadas no dia 15 de maio de 2022. O homem confessou o crime e foi preso

Resumo da Notícia

  • Maria de Lourdes Roquetto, mãe da estudante da Unicamp que foi morta a facadas, compartilhou um forte desabafo nas redes sociais em relação à perda da filha
  • A jovem de apenas 23 anos foi assassinada pelo Michael Douglas da Silva, enquanto fazia uma caminhada pela rua. O homem confessou o crime e foi preso
  • Na carta publicada, a matriarca pede que as pessoas lembrem das coisas boas da filha

A Mayara, jovem de 23 anos e estudante da Unicamp, foi brutalmente assassinada com 28 facadas, no dia 15 de maio de 2022 – enquanto fazia uma caminhada na Serra Paulista, Em São João da Boa Vista, em São Paulo. O homem que cometeu o crime é o Michael Douglas da Silva, de 28 anos. O mesmo foi preso após confessar o crime.

-Publicidade-

Após alguns dias do crime que vitimou sua filha, a Maria de Lourdes Roquetto, mãe de Mayara Roquetto Valentim, publicou uma carta inédita em agradecimento que tem recebido de amigos e familiares. Além disso, ela pede que as pessoas foquem no legado de amor e positividade que a jovem deixou.

Na cara compartilhada nas redes sociais no último sábado, 21 de maio, a Maria de Lourdes mostrou fé e agradeceu às manifestações de solidariedade. Na publicação, ela mostra um texto acompanhado de seis fotos, nas quais a Mayara está feliz e sorridente.

Carta pela mãe da jovem brutalmente assassinada
Carta pela mãe da jovem brutalmente assassinada (Foto: Reprodução / Redes sociais)

A mãe contou que seus pais a não deixaram de acreditar em Jesus e Maria, sobretudo, a entregar nas mãos deles tudo que não consegue resolver. Além de discernimento para aceitar o inevitável. A matriarca disse que também nunca pensou que passaria por essa situação de perder uma filha – e que, caso passasse, pensava que não teria forças para suportar tamanha perda.

De acordo com o texto de Maria de Lourdes, a filha amava a vida, a família, os amigos, a natureza e todas as criações de Deus. Justamente por isso nunca reconheceu maldade no próximo. No mais, ela relata que a jovem esta estudiosa, inteligente, batalhadora e vivenciava uma ótima fase, se dedicando ao ingresso no mestrado acadêmico.

“A força que tem me mantido de pé vem de Deus, de Maria e das intercessões e manifestações de solidariedade recebidas por todas as pessoas que demonstraram empatia e enviaram sua luz e seu conforto para com esse momento”, disse a mãe. Por fim, ela pede que as pessoas não foquem na tragédia, mas sim, no legado de Mayara.